Você pode pensar que tem que estar no lugar certo na hora certa para comprar a casa que você quer pelo preço que você quer, mas as dicas neste artigo mostram que você só precisa de alguns conselhos imobiliários, pois é essencial saber fazer a escolha certa nessa situação e poderá fazer toda a diferença

Se você tiver filhos e uma família grande você precisa certificar-se de lembrar de todos os detalhes, provavelmente irá precisar de um imóvel com bastante quartos e espaço para o conforto da sua família. 

É sempre importante lembrar de observar os detalhes da casa, lembre-se que escadas íngremes com bastante degraus talvez sejam perigosas se houver crianças em casa. É importante também olhar a segurança das janelas e grades no andar superior do imovel, observar a parte elétrica e quaisquer itens que possam ser um risco para quem tem crianças em casa, e lembre-se que piscinas também são itens para examinar atentamente se você tem filhos em casa.

Comece o planejamento exato de tudo o que você irá precisar para conquistar seu tão sonhado imóvel. Abra uma conta poupança e comece a economizar o dinheiro que você vai precisar para um possível adiantamento, faça as contas e mantenha sempre os pés no chão. Pesquise a base de um imóvel que te agrada, e tente poupar pelo menos dez por cento do valor antes de começar a busca no mercado.

Antes de fazer qualquer oferta em uma propriedade, certifique-se de contratar um inspetor para olhar cada parte da casa. Nada é tão desanimador quanto se mudar para uma casa e três meses depois descobrir que as paredes mofam, que o telhado infiltra água, ou coisas do tipo. Verifique o histórico de desempenho e referências do inspetor antes de contratar um para inspecionar seu investimento.

Os compradores de imóveis sempre precisam considerar quantos banheiros necessitam. Geralmente se sua família for grande e tiver filhos, o ideal é ter um banheiro para cada quarto e mais um banheiro por perto da sala para uso de visitas e hóspedes. Se não houver  possibilidades financeiras para manter o plano ideal, tente comprar uma casa com pelo menos dois banheiros, um para o quarto principal do casal, e um para o uso de todos.

Uma dica para se ter em mente quando se trata da escolha de um imóvel é verificar se há alguma notícia sobre crimes que já ocorreram na vizinhança. Isso pode não só colocar sua família em perigo, mas pode levar à dificuldade ao tentar vender sua casa no futuro. Esta é uma informação pública e de fácil acesso online.

Outra dica importante se tiver intenção de fazer o financiamento do imóvel é colocar tudo em uma planilha sobre os seus atuais gastos mensais, para assim saber o quanto você tem de disponibilidade de custos em parcelas mensais. 

Para obter o melhor serviço quando você está comprando imóveis é aconselhável que você  compre com a ajuda de um corretor imobiliário. O corretor imobiliário tem que ser alguém que esteja comprometido em ajudá-lo sem pressioná-lo, observe bem e peça indicações e referências. 

Quando você está comprando uma nova casa, determine quais características são inegociáveis para você e comunique isso ao seu corretor imobiliário. Ao fazer isso você pode evitar a perda de tempo e frustrações de ir ver outras casas que você não tem intenção de comprar.

Ao comprar um imóvel para investimento, compre-o perto de onde você mora, ou contrate um gerente de imóvel para cuidar de tudo para você. Se você comprar algo perto de onde mora, é mais fácil estar disponível, ou então é interessante ter um agente imobiliário para resolver se houver alguma emergência. Dar uma resposta rápida às chamadas pode ajudá-lo a estabelecer uma reputação sólida e manter seus locatários felizes.

Se você tiver intenção de construir seu próprio imóvel ou se considerar a hipótese de em algum momento comprar uma parte de terra para investir, é interessante ficar de olho na queda dos valores no mercado. É importante observar também a parte da documentação do terreno, você precisa ter uma parte financeira toda alinhada para construir seu imóvel ideal sem ter que aguardar muito tempo.

Caso o imóvel que você tenha gostado esteja acima do valor pretendido, não se aborreça pergunte ao corretor de imóveis se eles aceitariam um preço mais baixo. Se há possibilidades de uma negociação, seja honesto e aberto sobre isso. Não insista se eles recusam esse preço mais baixo, mas certifique-se de que eles sabem como entrar em contato com você se eles mudarem de ideia.

Em conclusão, aprender detalhes sobre qualquer compra que você fizer é importante, Isso é especialmente essencial em compras de imóveis, você sempre quer ter a certeza de que você está bem informado sobre o assunto, e sem dúvidas o artigo acima lhe deu algumas sugestões práticas para fazer escolhas sábias em relação a compras de imóveis. Use os conselhos que se encaixam em suas circunstâncias e suas necessidades. Aproveite sua nova casa com solidez mental! faça da sua experiência um sucesso! Gostou do nosso conteúdo? Acesse nossa imobiliária Volta Redonda 

 

Está na hora de trocar de bolsa ou renovar as opções que têm em casa? O mais indicado neste momento é entender o que está disponível e como se adequar às melhores tendências da moda para 2022. Por isso, abaixo você pode conferir os modelos de bolsas femininas que estão mais em alta e representam o caminho que deve ser trilhado neste e no próximo ano.

Quais são os modelos de bolsas femininas para arrasar em 2022
Foto: divulgação/ Schutz

Modelos de bolsa que estão na moda

As informações presentes neste artigo foram baseadas nas opiniões de especialistas no ramo. Vale a pena conferir cada detalhe.

Bolsa Tiracolo

O modelo tiracolo é um dos mais tradicionais entre as bolsas para mulheres. Ele é extremamente versátil e combina com todo tipo de ocasião, tendo vários formatos e modelos. O tamanho é mais reduzido, já que se trata de uma bolsa para carregar próximo ao corpo de forma mais discreta. A principal característica desses objetos está na sua praticidade, já que pode funcionar como substituto de uma carteira comum. Por serem mais discretas, as bolsas tiracolo são ótimas opções para quem quer dar mais destaque às roupas e acessórios que utiliza.

Veja algumas bolsas femininas para 2022
Foto: divulgação/ Schutz

Bolsa Shopping

Pelo nome, já dá para ter uma boa noção do formato desse modelo. São bolsas maiores, que lembram o tradicional estilo “sacola”, pois são utilizadas para carregar bastante bagagem, mas conferem um ar de formalidade ao visual. É ótima para utilizar em situações de compras, como uma bela ida ao shopping center, por exemplo. Combinam com looks mais uniformes, já que se destacam pelo tamanho e detalhes, geralmente em metais, além do próprio material.

modelos de bolsas para 2022
Foto: divulgação/ Schutz

Bolsa Tote – grande ou pequena

As bolsas tote são modelos que não apresentam abertura por zíper e contam com alças laterais paralelas. Costumam apresentar uma estrutura mais reforçada que as demais e, tradicionalmente, são maiores em tamanho. Contudo, existe o modelo tote pequeno, que também tem alça para o corpo. Elas podem ser feitas em lona, tecido sintético, plástico, camurça, etc.

bolsas schutz
Foto: divulgação/ Schutz

Aposte na ousadia das cores

A tendência para 2022 e para o próximo ano é a de que cores mais vibrantes permaneçam em alta. Afinal, desde o ano passado, é observado um movimento retrô para os anos 1990. Na época, a exuberância de formatos e cores entrava em cena regada pelo movimento “new wave”, que influenciou a música e a moda.

Por isso, voltou a ser comum encontrar peças em cores fluorescentes, como verde limão, amarelo sol, azul bebê, turquesa, rosa choque e tantas outras. A única diferença é a de que neste momento compensa fazer contraponto entre os acessórios e as peças de roupas. Em outras palavras, busque roupas neutras e uniformes para utilizar bolsas de cores vibrantes, por exemplo.

Ainda assim, vale a pena deixar a criatividade fluir e despertar todo o seu gosto nos itens que deseja utilizar. As bolsas precisam ter durabilidade, beleza e estarem alinhadas com o momento. Afinal, toda mulher sabe muito bem que esses itens são quase como uma extensão do próprio corpo.

Confira nossas dicas de todos os benefícios das flores para sua vida e saúde, conheça!

Que as flores embelezam qualquer ambiente ou que são ótimas para presentear, todos nós sabemos. Mas pouca gente sabe que elas possuem benefícios que vão muito além disso. Ainda mais se pensarmos que atualmente é super fácil comprar e ter a sua disposição vários tipos delas. Hoje em dia, nas capitais você pede flores até pela internet. Se você mora na Capital do RJ por exemplo, é super fácil achar uma floricultura RJ no google.

Benefícios das flores para a saúde.

São vários, desde a decoração até alívio do stress e saúde do corpo, mas entenda melhor com a explicação abaixo:

Flores: conheça os benefícios dela para nossa saúde.
Imagem: Pexels

Cuidar das flores alivia o stress

O cuidado com as plantas é uma terapia. O simples facto de se dedicar à jardinagem já tem um efeito terapêutico – principalmente para quem tem um dia-a-dia muito estressante e cansativo. Nesse caso, cuidar das plantas torna-se uma excelente fuga da rotina e uma forma de passar o tempo livre no dia a dia, explicam psicólogos e médicos em vários estudos sobre o tema.

Flores nos ajudam a lidar com sentimentos

Muitas vezes a flor é usada em declaração romântica ou simplesmente para dizer a alguém que você se importa, que você quer parabenizar por alguma meta alcançada e coisas do tipo. Principalmente se você é uma pessoa tímida e não gosta de mandar cartões cheios de palavras por exemplo.

Flores mudam nosso ambiente

Com o uso das flores na decoração, podemos deixar nossos ambientes muito mais saudáveis e desestressantes. Elas deixam tudo mais fresco e com menos poluição visual.Você pode combinar as cores das flores com o ambiente e deixar a decoração muito mais bonita.

Flores comestíveis pode fazer bem para o corpo

De acordo com nutricionistas, para além de embelezar o ambiente, existem ainda as flores comestíveis, tais como:

Flor de Calêndula: conhecida por muitos por seus efeitos benéficos no estômago, alivia e trata problemas como gastrite, úlceras, abscessos e azia. Por causa de suas poderosas propriedades curativas, a planta é eficaz em feridas de aparência comum, como queimaduras, assaduras, frieiras, foliculite, verrugas, veias dilatadas, veias varicosas, cortes, dermatites, acne e crostas.

 Flor de Abóbora: embora não dure muito tempo na geladeira, essa planta é rica em fósforo e cálcio, nutrientes importantes para o fortalecimento dos ossos e altamente recomendada para pessoas com problemas de osteoporose. As flores de abóbora também são eficazes na produção de enzimas de reparo e enzimas anticâncer que ajudam a bloquear o desenvolvimento de células malignas.

Rosas: bem conhecidas pela sua fragrância, o seu sabor varia consoante a cor e método de cultivo. Além do aspecto, a rosa confere aos pratos que acompanham um aroma suave. Muitas vezes usado para dar sabor e decorar doces com calda, é irresistível em uma salada. Pode ser usado em cremes, coberturas e sobremesas.

Importante! 

Não coma nenhuma dessas flores por sua conta e risco, sempre consulte seu nutricionista antes, somente ele poderá dizer o que seu corpo pode consumir ou não. As dicas aqui apresentadas estão disponíveis em domínio público na internet e não temos responsabilidade pelo mal uso das mesmas.

Considerações Finais

Bem caros leitores e leitoras, esperamos que as dicas te ajudem e que você consiga fazer com que as flores sejam úteis em seu dia com todos esses benefícios.

Sugestões de novos artigos deixe nos comentários, ok?

A joia atende muito bem a todos os tipos de preferência. Modelo oferece várias opções de tamanhos, espessuras e estilos!

O final de ano é um ótimo momento para presentear as pessoas que amamos. Contudo, nem sempre a escolha do presente ideal é uma tarefa simples. Com tantas opções, pode ser desafiador encontrar aquele objeto que vai agradar. Uma excelente opção de presente são os brincos de argola em ouro. Se o objetivo é surpreender e encantar a pessoa, sem dúvidas uma joia vai desempenhar bem esse trabalho. Brincos de argola em ouro para presentear neste Natal Os brincos em formato de argola são os mais versáteis entre todos os modelos. A variedade de tamanhos e adereços é enorme e atende aos mais diferentes gostos e estilos. Além disso, as argolas são conhecidas pela facilidade em conseguir boas combinações. Praticamente qualquer modelo de roupa e diversos acessórios como pulseiras, anéis e colares, caem bem ao lado de argolas. Em outras palavras, presentear alguém com uma joia dessas é acerto garantido. Confecção em ouro produz joias com maior valor Some todas essas vantagens inerentes ao modelo do brinco com o material em ouro. Este é um dos elementos mais puros da natureza e confere durabilidade e beleza ao produto. Por ser maleável, o ouro permite a fabricação de argola em espessuras e tamanhos variados. Assim, o presente atende desde as pessoas mais discretas às mais irreverentes.  Joias em ouro valorizam - Foto: Canva/arquivo Os brincos em ouro são fabricados em modelos unissex, que atendem ao público masculino e feminino. Também existem opções voltadas para as crianças, por meio dos formatos infantis, mais delicados. Além de tudo isso, o comprador tem a opção de escolher entre o ouro tradicional e o ouro branco. Diferentemente da prata, o ouro branco reluz de uma forma mais esbranquiçada. É uma joia exclusiva e bastante popular para quem gostaria de fugir do tradicional dourado. Entre as opções destacadas de brincos de argola em ouro, encontramos: - Argola Masculina; - Argola Infantil; - Argola Pequena; - Argola Grande; - Argola com Pingentes; - Argola em ouro branco; - Argola de coração. Presente durável e que valoriza com o tempo Como se não bastassem os bons atributos expostos anteriormente, os brincos em ouro têm outras vantagens. São presentes duráveis e resistirão por gerações, se forem guardados com carinho, como certamente serão. Além disso, as joias verdadeiras são algumas das poucas possibilidades de presentes que não perdem valor. Pelo contrário, o ouro e as pedrarias podem valorizar com o tempo, conferindo um custo-benefício exclusivo.  Foto: Canva/arquivo Mais possibilidades Para as pessoas mais exigentes, os brincos de argola em ouro podem ser vendidos com ou sem adornos. Isto é, existem opções com pingentes e pedras cravejadas. Também é possível adquirir um modelo que mescle linhas em ouro branco com o dourado. Para os gostos mais clássicos, há versões lisas, apenas mostrando o metal precioso. Com tantos pontos positivos, ficou mais fácil decidir como presentear aquela pessoa especial neste final de ano.
Imagem: Pexels

 

O final de ano é um ótimo momento para presentear as pessoas que amamos. Contudo, nem sempre a escolha do presente ideal é uma tarefa simples. Com tantas opções, pode ser desafiador encontrar aquele objeto que vai agradar. Uma excelente opção de presente são os brincos de argola em ouro. Se o objetivo é surpreender e encantar a pessoa, sem dúvidas uma joia vai desempenhar bem esse trabalho.

Brincos de argola em ouro para presentear neste Natal

Os brincos em formato de argola são os mais versáteis entre todos os modelos. A variedade de tamanhos e adereços é enorme e atende aos mais diferentes gostos e estilos. Além disso, as argolas são conhecidas pela facilidade em conseguir boas combinações.

Praticamente qualquer modelo de roupa e diversos acessórios como pulseiras, anéis e colares, caem bem ao lado de argolas. Em outras palavras, presentear alguém com uma joia dessas é acerto garantido.

Confecção em ouro produz joias com maior valor

Some todas essas vantagens inerentes ao modelo do brinco com o material em ouro. Este é um dos elementos mais puros da natureza e confere durabilidade e beleza ao produto. Por ser maleável, o ouro permite a fabricação de argola em espessuras e tamanhos variados. Assim, o presente atende desde as pessoas mais discretas às mais irreverentes.

brinco de ouro
Imagem: Joias em ouro valorizam – Pexels

Os brincos em ouro são fabricados em modelos unissex, que atendem ao público masculino e feminino. Também existem opções voltadas para as crianças, por meio dos formatos infantis, mais delicados. Além de tudo isso, o comprador tem a opção de escolher entre o ouro tradicional e o ouro branco.

Diferentemente da prata, o ouro branco reluz de uma forma mais esbranquiçada. É uma joia exclusiva e bastante popular para quem gostaria de fugir do tradicional dourado. Entre as opções destacadas de brincos de argola em ouro, encontramos:

– Argola Masculina;

– Argola Infantil;

– Argola Pequena;

– Argola Grande;

– Argola com Pingentes;

– Argola em ouro branco;

– Argola de coração.

Presente durável e que valoriza com o tempo

Como se não bastassem os bons atributos expostos anteriormente, os brincos em ouro têm outras vantagens. São presentes duráveis e resistirão por gerações, se forem guardados com carinho, como certamente serão. Além disso, as joias verdadeiras são algumas das poucas possibilidades de presentes que não perdem valor. Pelo contrário, o ouro e as pedrarias podem valorizar com o tempo, conferindo um custo-benefício exclusivo.

argola de ouro aubra joias

Mais possibilidades

Para as pessoas mais exigentes, os brincos de argola em ouro podem ser vendidos com ou sem adornos. Isto é, existem opções com pingentes e pedras cravejadas. Também é possível adquirir um modelo que mescle linhas em ouro branco com o dourado. Para os gostos mais clássicos, há versões lisas, apenas mostrando o metal precioso.

Com tantos pontos positivos, ficou mais fácil decidir como presentear aquela pessoa especial neste final de ano.

O verão é muito mais do que apenas uma época de calor, ele também traz consigo uma tendência e um mercado todo voltado para essa estação. Assim como as roupas de banho, as saídas de praia e os sapatos, os acessórios não poderiam ficar de fora dessa. Por isso, os anéis estão com tudo e prometem ser a sensação do verão.

Se você quer arrasar com os anéis, saiba que a variedade é grande.

Como escolher os modelos de anéis certos para a moda praia de 2022
Imagem: Piuka

 

MIX DE ANÉIS:

Nesse caso, a ideia é juntar várias peças e usá-las na mesma mão, são os chamados mix de anéis, porém é necessário tomar bastante cuidado para não exagerar na quantidade ou tipo de peça e estragar o look.

Aneis Piuka
Imagem: Piuka

Anel sextavado 

O anel sextavado é um dos diferenciais no quesito formato. Pode ser ou não cravejado de pedras e possui seis lados, o que remete a um hexágono. É bem diferente e se destaca dos modelos mais tradicionais.

anel piuka

Anel em resina

Pode ser de diferentes tonalidades e pedrarias para dar um ar mais estiloso. Combina muito com os looks monocromáticos e com outros acessórios folheados. Além da versatilidade e feminilidade que essa peça traz, ela pode compor desde um look clássico ao mais esportivo.

anel de resina piuka

Anel vazado 

Esse modelo pode ser produzido em uma infinidade de formatos, o seu diferencial é que ao invés de ser preenchido, o meio dele é vazado e deixa a pele à mostra. O mais usado é o formato de coração. Eles costumam ser mais minimalistas, mas podem ter detalhes de pedrarias.

Opções não faltam, basta saber escolher e arrasar com esse acessório que vem com tudo na próxima estação.

anel vazado piuka

Com a utilização destes componentes, é garantida uma melhor qualidade do ar interior nos locais de trabalho, áreas industriais e, principalmente, quando é necessário reforçar as medidas de segurança no trabalho devido a uma determinada atividade, então os dutos de ventilação é mais que importante.

O acúmulo de gases, poluentes químicos da combustão como monóxido de carbono (CO), poeira, fumaça ou solventes podem afetar seriamente a saúde dos funcionários e aumentar os níveis de estresse. Vários estudos mostram que a exposição ao ar poluído aumenta drasticamente os níveis de hormônios associados ao estresse , como o cortisol.

Purificação de ar

Os processos industriais podem aumentar significativamente o número de partículas transportadas pelo ar no ar que respiramos, especialmente em áreas de retificação, polimento, perfuração, etc. 

Reduzir o conteúdo de poeira e partículas transportadas pelo ar é a ação que chamaremos de purificação do ar.

Os principais parâmetros que definem este processo de purificação do ar são:

  • O tamanho das partículas em suspensão .
  • A concentração de poeira no ar .

Existem diferentes tipos de poeira. O tamanho das partículas que podem ser encontradas suspensas no ar é geralmente expresso em µm (mícrons) = 0,001 mm. Dependendo do ambiente, certos parâmetros de concentração de poeira são estabelecidos:

Com base nesses dados, uma série de dispositivos divididos em dois grandes grupos podem ser usados ​​para a purificação do ar:

  • Filtros de ar .
  • Os separadores de poeira.

Tipos de filtros e separadores

A utilização de filtros ou separadores de pó depende sempre da concentração das partículas contidas no ar, bem como do nível de concentração dessas partículas. O limite superior de concentração de poeira no ar para o uso de filtros é de 35 mg / m³.

Dependendo do diâmetro das partículas poluentes, um tipo diferente de filtro será aplicado:

  • Os filtros de carvão ativado são usados ​​para separar as partículas de tamanho molecular. Eles também são filtros desodorizantes para o tratamento de poluentes gasosos altamente concentrados ou tóxicos.
  • De filtros eletrostáticos são usados ​​para separar a fuligem e a fumaça do tabaco; atrair e reter poluentes como ímãs.
  • De filtros úmidos ou secos devem ser usados ​​para separar o pólen e a poeira. Os filtros úmidos também são chamados de viscosos devido à sua rede filtrante feita de material metálico ou fibra, impregnada com um material viscoso como óleo ou graxa. Os filtros secos consistem em um leito de fibras finas por onde passa o ar, portanto seu desempenho aumenta à medida que diminui a porosidade do material. Eles permitem uma velocidade de fluxo de ar mais lenta do que os filtros úmidos, mas têm uma vida útil mais curta. 

Na utilização de filtros, a concentração de partículas no ar não deve ser muito elevada, pois  o filtro pode entupir e degradar muito rapidamente, causando impacto direto no custo de manutenção da instalação. 

Tipos de separadores de poeira

Quando as partículas têm um diâmetro superior a 1 µm, podem ser utilizados meios mecânicos para a sua separação. Nesse caso, o processo é denominado “separação de poeira”.

Esses separadores de poeira são classificados da seguinte forma:

  • Separadores por gravidade : são usados ​​quando as partículas são grandes. As mais típicas são as câmaras de sedimentação.
  • Separadores de força inercial : um coletor que usa a força centrífuga para separar as partículas de acordo com suas massas. O exemplo mais característico é o ciclone.
  • Separadores úmidos : chamados de “purificadores” em inglês, nos quais a água é usada para evitar que as partículas retornem ao fluxo de ar. Neste tipo de separador, o desempenho e a capacidade de purificação dependem fortemente da taxa de filtração. Para escolher o mais adequado, será necessário levar em consideração o tamanho das partículas a serem separadas e a queda de pressão permitida para os desempenhos desejados.

Queda de pressão

Independentemente de tudo isso, um filtro resiste à passagem de ar causando uma queda de pressão expressa em Pa (Pascals) ou mmCE (milímetro de coluna d’água). O dimensionamento do ventilador deve levar em consideração a pressão necessária para superar esta queda de pressão.

Essa queda de pressão é inicial, com o filtro limpo, ou “final recomendada”, quando o filtro precisa ser limpo ou substituído por um novo. Para manter um fluxo de ar constante, é necessário prever um aumento da queda de pressão em caso de entupimento do filtro, regulando a velocidade do ventilador ou por meio de amortecedores ajustáveis.

Um sistema de filtração envolve uma queda de pressão mais ou menos significativa e, portanto, um custo de manutenção associado. Sendo a eficiência o único fator de decisão, em geral quanto maior a eficiência de um filtro, maior a perda de pressão. Precisa de uma empresa que possa tomar conta disso para você? Contate a Metal Therm

Entenda o limite da curiosidade e até que ponto a possessividade pode alcançar

É muito comum encontrar pessoas que utilizam o termo “stalkear” em situações cotidianas, como conferir o perfil do ex namorado ou procurar por atualizações sobre a vida de outras pessoas.

Mas a palavra “stalker” vai muito além do que é visto por aí. Com origem inglesa, ela significa perseguidor, se referindo a alguém que decide importunar de maneira inconveniente, desagradável e obsessiva a outro indivíduo.

De acordo com a Lei 14.132/21, também conhecida como Lei do Stalking, a prática passou a se tornar condenada e criminosa, como cita o artigo:

Art. 147-A do Código Penal: Perseguir alguém, reiteradamente e por qualquer meio, ameaçando-lhe a integridade física ou psicológica, restringindo-lhe a capacidade de locomoção ou, de qualquer forma, invadindo ou perturbando sua esfera de liberdade ou privacidade.

Para saber melhor quais são as características de um stalker e qual é o limite do interesse no outro, continue com a leitura.

Até que ponto é normal stalkear alguém?

Até certo ponto, stalkear é normal e muito comum, principalmente depois da explosão das redes sociais na sociedade.

Alguém que acabou de terminar um relacionamento e quer saber como anda a vida do ex, se já engatou um novo romance ou se ainda não superou o término. Ou ainda, alguém que está interessado em uma pessoa, mas sabe pouco sobre ela e quer conhecer melhor seus gostos.

Como as situações citadas, são atitudes que podem acontecer e que não representam perigo a nenhum envolvido.

No entanto, quando o limite do bom senso começa a ser ignorado, a stalkeada saudável passa a se tornar uma obsessão doentia, que merece atenção especial.

De acordo com a psicóloga Milene Rosenthal, em entrevista à Toda Teen, “quando se invade demais a privacidade do outro, buscando maneiras de passar pelo bloqueio das informações que não ficam disponíveis”, já é um alerta.

Isso significa, que deixar de viver a própria vida para consumir deliberadamente o perfil do outro, é o sinal de que as coisas não vão bem.

Em outras palavras, é preciso ficar atento a atitudes negativas, que podem indicar necessidade de ajuda, como:

  • Deixar de fazer as coisas que mais gosta para passar tempo stalkeando.
  • Ficar em constante estado de ansiedade se a pessoa não está online ou não responde.
  • Acessar, com muita frequência, o perfil da outra pessoa.
  • Tentar descobrir a senha da outra pessoa a todo o custo.

Algumas pessoas criam rotinas para acompanhar a vida de seus namorados/namoradas, rivais, amigos e até pessoas desconhecidas. Elas costumam passar por todas as redes sociais, até conferindo quando foram as últimas ações e localizações.

Ainda é importante lembrar, que questionar atitudes duvidosas no perfil do companheiro/companheira não é um problema, desde que seja feito de maneira pensada, consciente e com base, não apenas achismos.

Quando stalkear é crime?

Como citado anteriormente, existem situações que podem ser vistas de maneira saudável, outras que merecem atenção em prol da saúde do indivíduo, mas há ainda uma terceira vertente do stalker, quando a pessoa não só passa a observar, como a perseguir a outra.

Essa última prática, além de desagradável, é crime.

São diferentes os perfis de stalkers, sendo eles:

  • Rejeitado: O mais comum. Aquele que normalmente não aceita o término do namoro e passa a perseguir a/o ex. As razões que o levam a manter a atitude, é porque ao perseguir, o “relacionamento” se mantém, alimentando a ideia que o fim não aconteceu.
  • Ressentido: O que se julga injustiçado, pois não foi compreendido. Sua maior finalidade é vingança ou mostrar que estava certo.
  • Cortejador inadequado: Pessoa com dificuldade de estabelecer relacionamentos, tentando criar relacionamentos à força no intuito de romper isolamentos sociais.
  • Em busca de intimidade: Sua motivação é a fantasia. Ele imagina amor e amizade, onde não há relacionamento nenhum. Quanto maior a rejeição, maior a motivação. Pessoas assim, costumam ter uma doença mental chamada gerantomania.
  • Predador: Pessoa que busca um relacionamento sexual com outra, que em regra, já é conhecida.

De maneira prática, podemos acompanhar como ele funciona em exemplos, como:

Cliente obcecado

No ano de 2019, uma massagista que trabalhava em uma cliente de estética começou a receber diariamente um cliente procurando por seus serviços.

Após a pandemia, com o fechamento da clínica, o cliente passou a ligar mais de 50x por dia para ela, retornando ao local quando os atendimentos presenciais voltaram, com escândalos e até quebrando o carro da massagista.

A vítima decidiu então procurar uma delegacia, onde o delegado ouviu e gravou todas as ameaças realizadas em uma das ligações realizadas pelo criminoso. 

A massagista obteve medida protetiva. O stalker passou 7 dias preso, quando alegou problemas mentais e hoje continua solto com tornozeleira eletrônica.

Vítima recebe mais de 180 ligações por dia

Um homem, que recebe mais de 180 ligações por dia de uma ex, após se mudar de Estado e trocar de número, se encontra sem esperança de encontrar uma pessoa para iniciar um novo relacionamento, pois diz não conseguir acreditar mais ser possível algo saudável entre as pessoas.

Além desses, ainda podemos citar outros exemplos com stalkers que terminaram em tragédia, como o caso do acidente de carro da Princesa Diana, perseguida por paparazzis e John Lennon, morto por um fã.

Existem ainda, os casos de pessoas que não perseguiram por si só seus companheiros, mas decidiram contratar um detetive particular para situações específicas.

Esse tipo de profissional pode ser muito útil para encontrar informações sobre documentos, antecedentes criminais, localização de pessoas, fraudes em empresas, relacionamentos passados e traição, de modo que auxilie o contratante a tomar uma decisão acertada sobre permanecer ou dar fim ao relacionamento.

Não existe um momento ou resposta certa sobre contratar um detetive particular. O ideal, é avaliar o caso de maneira individual, e caso haja desconfiança ou necessidade de comprovar com provas alguma situação, o profissional pode ser a solução.

Apenas lembre-se, que esse tipo de prática exige muito autocontrole, pois não se sabe ao certo o que será encontrado durante a investigação, e muito menos o quanto poderá afetar a você ou a quem optou por dar prosseguimento ao caso.

Considerações finais

Stalkear é crime, quando o limite do bom senso começa a ser ultrapassado, e por isso, é algo que precisa ser levado a sério.

No entanto, em casos de desconfiança, necessidade de provas ou mesmo para localizar pessoas, a contratação de um detetive particular, desde que não interfira na integridade e segurança do outro, pode ser uma solução.

 

Cuidar da armazenagem de produtos e equipamentos da sua empresa é tão importante quanto criar estratégias e métodos para aumentar os resultados e métricas da sua marca.

O processo de estoque de uma empresa é essencial para garantir a qualidade de seus produtos e entrega dentro do prazo para os seus clientes.

O que gera uma imagem de profissionalismo e credibilidade que aumenta as chances de fidelização deles.

Com estoque bem estruturado, a sua empresa consegue fornecer produtos de imediato aos clientes que realizam as compras por meio do site de vendas, das redes sociais ou até mesmo por telefone.

Porém, mais importante do que apenas garantir a quantidade de produtos para agradar os seus clientes, é necessário cuidar da segurança desses produtos e dos funcionários, para que tudo e todos se mantenham protegidos e saudáveis. 

Existem negócios e pessoas que não se preocupam com a maneira como os seus produtos são armazenados, muitos acham que isso não interfere nas vendas ou nos resultados da empresa. 

Porém, a falta de cuidado e segurança dentro desse setor pode gerar prejuízos, e riscos enormes para o armazém e os funcionários que trabalham lá, comprometendo a segurança dos mesmos e a qualidade de seus produtos. 

Por esta razão, hoje, iremos abordar sobre a importância de se ter um armazém limpo, organizado e seguro, juntamente com dicas práticas para manter essas ordenações e os riscos que a falta dela pode trazer.

Principais riscos em armazéns 

O que iremos abordar a seguir não é com a intenção te assustar ou fazer você pensar que o armazém de uma empresa é um grande monstro, pelo contrário, eles são extremamente importantes para garantir a qualidade e saúde de um negócio. 

Porém, como tudo necessita de cuidados e organização, um espaço como esse pode apresentar alguns riscos caso não possua segurança, e alguns deles são:  

Acidentes com os produtos e equipamentos 

Os produtos e equipamentos da empresa são extremamente necessários para garantir o sucesso dos processos e ações que envolvem o estoque e qualidade deles, que por falta de cuidado e segurança podem quebrar e trazer grandes prejuízos para a marca. 

Por exemplo, se uma rede de empresas de administração de condomínios deixa que um equipamento que custa em cerca mil reais quebre, esse valor terá que ser reposto pelo dono do negócio e poderá acarretar em um grande prejuízo no fim do mês.

Esses acidentes também podem ocorrer por falha na estrutura e embalagem dos equipamentos ou produtos, que podem não só machucar algum funcionário, mas também quebrar e gerar um grande problema para os gestores e líderes. 

Acidente com os funcionários 

Dentro dos armazéns e estoques, o índice de acidentes com funcionários é maior do que qualquer outro. 

Infelizmente, tornou-se comum ver um produto ou equipamento cair em cima de um funcionário durante um monótono dia de trabalho, o que acaba provocando lesões e graves problemas, colocando em risco o bem-estar físico de seus funcionários. 

Lembrando que existem algumas profissões que são mais perigosas do que outras, como a do estoquista, do policial e do profissional que trabalha com reciclagem de bombeiro civil

Entretanto, esse risco pode ser evitado com o suporte e material correto. 

Normalmente, esses acidentes acontecem porque a estrutura criada para segurar as grandes caixas repletas de produtos da empresa estava falha ou até mesmo quebrada, podendo gerar um surpreendente e grave acidente. 

Desorganização 

Algumas pessoas ainda acham que a desorganização não apresenta riscos para uma empresa.

No entanto, na verdade, ela pode ser a protagonista de acidentes e problemas dentro de um armazém. 

Um lugar desorganizado pode gerar diversos riscos e perigos, atrapalhando o desempenho, produtividade e satisfação dos funcionários.

Independente da empresa, seja uma franquia de empresas de automação industrial no Rio de Janeiro ou um e-commerce de peças de roupas.

Portanto, é necessário que o seu negócio tenha um estoque bem organizado para garantir a fluidez do serviço e a qualidade dos produtos. 

Esses são apenas alguns dos problemas gerados dentro de um armazém sem segurança e preparo para garantir a qualidade de seus produtos e a segurança de seus funcionários e colaboradores. 

Regras para um armazém 

Assim como a maioria das áreas e trabalhos, as regras que ditam a segurança de um armazém não partem apenas de profissionais e especialistas.

Entretanto, também da própria lei, que assegura a importância de um lugar bem estruturado para os funcionários. 

As normas que asseguram a segurança dos funcionários dentro de armazéns foi criada pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), por meio da NBR 15.424-2/2008, sancionada no ano de 2008 e que vem protegendo diversos profissionais desta área.

Essas regras ditam como os proprietários de armazéns devem construí-los e o que pode não pode faltar nesses espaços, tudo isso para garantir a segurança dos trabalhadores e dos produtos da marca. 

Algumas dessas normas são:

  • Os materiais não devem obstruir passagens como portas e janelas;
  • O peso não pode exceder o estabelecido por piso;
  • Produtos químicos não devem ficar no alto;
  • Todos os profissionais da área devem ter um treinamento adequado;
  • Devem ficar no mínimo 50 centímetros longe das laterais das estruturas;
  • Deve-se respeitar as áreas de carga e descarga.

Essas regras servem para o estoque de todo e qualquer armazém, seja de uma empresas de usinagem de campo ou de aparelhos eletrônicos como celulares e computadores. 

As normas foram criadas justamente para garantir o direito e a segurança dos trabalhadores, caso algum acidente aconteça. 

Sendo dever da empresa verificar antes e criar um espaço de armazenamento seguro para todos, visando a normalidade da marca perante a lei e o melhor desempenho de sua equipe dentro deste setor.

Dicas para um armazenamento seguro e organizado 

Manter o ambiente de armazenamento seguro e organizado é um baita desafio, principalmente se a sua empresa for muito grande e realizar diversas vendas todos os dias.

Porém, com algumas dicas como as que vamos apresentar a seguir, tudo isso pode se tornar um pouco mais simples.

Organização e limpeza 

Como já mencionamos anteriormente, a limpeza e a organização no espaço, principalmente, em um armazém, faz toda a diferença para que tudo flua melhor no dia a dia dos funcionários e na correria que é tirar, embalar e realocar produtos. 

A organização é necessária em todo e qualquer tipo de negócio, seja em uma marca de CRLV digital BA ou até mesmo na rotina de um profissional autônomo que precisa cuidar de todos os seus processos sozinho.

Por isso, sempre que possível, jogue o lixo no lixo, deixe os corredores livres de embalagens ou ferramentas que podem atrapalhar o caminho. 

Manutenção das instalações 

Um armazém conta com um enorme sistema de energia, e se eles também não forem verificados constantemente, essa falta de cuidado pode acarretar até mesmo em uma tragédia dentro do espaço. 

Por isso, tente levar um profissional elétrico todo mês ao seu armazém para verificar se todas as instalações estão em ordem e se nada e nem ninguém corre perigo ali dentro. 

Assim como um cliente procura um Veterinário 24h para garantir a segurança e saúde do seu animal de estimação, garanta também a segurança da sua empresa, seus produtos e funcionários.

Estruturas fortes e acessíveis 

Dependendo de qual for o tipo de produto vendido através de sua empresa, não é qualquer tipo de estrutura que suportará o tamanho ou peso deles, o que pode acarretar em graves acidentes como os que já mencionamos anteriormente. 

Escolher uma boa estrutura para o seu armazém é tão importante quanto escolher um profissional para realizar um licenciamento de carro em Florianópolis, pois você sabe a importância que aquele serviço ou produto possui para o seu negócio.

Na hora de escolher a estrutura para o seu armazém, pense na quantidade de produtos vendidos por dia na sua empresa e no peso deles.

Isso tudo é essencial para que essa estrutura suporte os seus produtos e o fluxo de movimentos dos funcionários no local, garantindo a segurança de todos acima de qualquer outra coisa. 

Treine a sua equipe 

Para um profissional se tornar um líder de vendas, o mínimo que ele precisa fazer é um curso de gerente de vendas para entender este universo e estar pronto para abraçar este novo desafio.

Portanto, é necessário que seus funcionários também saibam o que fazer em caso de acidentes ou imprevistos que podem acontecer a qualquer momento dentro de um armazém, e isso pode ser passado por meio de treinamentos. 

E quando falamos de treinamentos, não são apenas os básicos passados quando o profissional é contratado, são treinamentos periódicos para capacitar os colaboradores e deixar todos sempre alertas aos perigos e cuidados dentro do espaço. 

Esses são alguns meios pelos quais você pode garantir a segurança dos seus funcionários, a qualidade dos seus produtos e a normalidade da sua empresa perante a lei e as normas exigidas para um armazém. 

Considerações finais

O estoque e armazenagem de produtos da sua empresa é extremamente importante para garantir a fluidez e ritmo de suas vendas.

Entretanto, se preocupar com a qualidade de seus equipamentos e o bem-estar de seus funcionários é ainda mais necessário.

Afinal de contas, são eles que permitem o envio de seus produtos  e a organização de todo o espaço para que os resultados sejam como o esperado e a satisfação de seus clientes seja ainda maior.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos. 

Uma vantagem corporativa e tanto, o vale cultura colabora para o bem-estar do funcionário, ao mesmo tempo em que o auxilia no ambiente de trabalho.

Quando falamos sobre benefícios corporativos, é natural que a maioria das pessoas pense em plano de saúde ou odontológico, vale-transporte e, mais recentemente, a previdência empresarial (que, como sempre falamos por aqui, tem sido um dos grandes atrativos do mercado de trabalho).

Tudo o que já citamos é maravilhoso e necessário. Na verdade, o ideal seria que todas as empresas buscassem oferecer este combo, visto que ele colabora para que o funcionário se sinta valorizado, motivado e disposto a fazer valer os investimentos que a companhia faz em sua pessoa.

Quando ciente de que o seu futuro está garantido – afinal, ele terá uma segunda fonte de renda na aposentadoria e poderá usufruir dos seus dias de descanso sem dores de cabeça -, a tendência é que os níveis de estresse do funcionário caiam significativamente.

Se ele estiver em um ambiente seguro e tranquilo, seus anos de empresa passarão com calma e sem dores de cabeça, e ele poderá trabalhar sem sentir que a sua profissão é um peso. Quem não quer isso? Pois é: às vezes, o que falta é apenas isso.

Feito este adendo, vamos lá. Você sabia que, além do que já foi mencionado, existe um benefício bastante interessante – o vale-cultura? Se você ainda não o conhece, fique por aqui: a seguir, explicaremos um pouco mais sobre o seu funcionamento.

Vale-cultura: o que é?

O vale-cultura é um benefício mensal de R$50, que pode ser oferecido por empresas para funcionários com carteira assinada. Instituído pela Lei 12.761, de 2012, ele está ligado ao Programa de Cultura do Trabalhador. 

Assim como ocorre com o vale-alimentação, o vale-cultura é disponibilizado ao usuário em um cartão, que pode ser usado para abater o valor de livros, revistas, DVDs, ingressos para shows, peças de teatro, entre outras atividades culturais.

Para que a companhia possa oferecer o benefício, ela deve fazer um cadastro junto à Secretaria Especial da Cultura e, claro, estar em situação regular com a Receita Federal. Salientamos que não se trata de uma vantagem que pode ser oferecida a pessoas em regime PJ (geralmente freelancers).

Trabalhadores que recebem até cinco salários mínimos podem ter o benefício descontado da folha de pagamento. O desconto do vale-cultura, porém, não deve ultrapassar 10% do valor do benefício.

Aqueles que recebem mais do que cinco salários mínimos, por sua vez, são obrigados a ter o benefício descontado da folha de pagamento. O desconto, no caso, varia entre 20% a 90% do valor do vale.

Empresas interessadas em fazer parte do projeto devem acessar o sistema do vale-cultura e, então, preencherem um cadastro obrigatório. No credenciamento, será necessário escolher a operadora do cartão, que pode ser a mesma que a companhia utiliza para o vale-refeição ou alimentação cotidianos.

Vale a pena oferecer o vale-cultura ao trabalhador?

Sim! A primeira razão para isso está no fato de que se trata de um benefício voltado para a valorização da cultura, mas que também pode ser usado para momentos de entretenimento – os quais, por sua vez, podem ser vividos ao lado da família ou do cônjuge.

Programas do gênero, quando viabilizados ou facilitados pela empresa, tendem a gerar uma sensação de reconhecimento no funcionário. 

Embora não seja um benefício para usufruto no futuro, como no caso da previdência privada, o vale-cultura constrói conhecimento e pode também gerar lazer, diminuição do estresse, entre outras coisas. Quando aliado a outros benefícios empresariais, ele é capaz de provocar inúmeras reações positivas nos seus colaboradores.

Para a empresa, por sua vez, o vale-cultura também traz vantagens! Além de conquistar uma equipe mais engajada, a companhia tem um abatimento de até 1% no Imposto de Renda quando oferece o benefício em questão.

O valor pago pela companhia não sofre incidência do FGTS, tampouco de contribuição previdenciária. Além disso, ele é isento do imposto sobre a renda de pessoas físicas.

Por fim, uma última vantagem: o custo do vale-cultura, para a companhia, é o mesmo do valor pago ao trabalhador. Na prática, não existem outros encargos sociais e trabalhistas – assim, o trabalhador recebe os R$50,00, que é exatamente o mesmo valor pago pela companhia.

Trata-se, como podemos ver, de um benefício que não gera grande prejuízo ao orçamento da empresa – e que, apesar disso, traz muitas vantagens!

 

Existem oportunidades que de fato não podemos perder. Outras, porém, podem não ser tão vantajosas assim. O que você precisa olhar antes de decidir por uma mudança?

Estamos passando por momentos bastante delicados no mercado de trabalho – com o aumento no número de desempregados, mudanças significativas nas normas para a aposentadoria (por conta da Reforma da Previdência) e aumento também nos preços cotidianos, as pessoas têm tido mais dificuldade para manter as contas em dia.

Em momentos como esses, é natural que comecemos a olhar ao nosso redor em busca de possibilidades de fazer mais dinheiro e ter melhor qualidade de vida. Às vezes, oportunidades em outras cidades nos chamam a atenção.

É hora de se mudar, no entanto? Se você está desempregado, será que vale a pena arriscar uma mudança, geralmente cara? Se você está empregado, por sua vez… será que vale a pena deixar o certo pelo incerto e começar de novo em outro lugar, no meio de uma pandemia? Tudo depende.

Vamos falar um pouco mais sobre o assunto a seguir. Se você tem passado por esse dilema, fique por aqui!

Mudar de cidade por emprego: quando vale a pena?

Antes de decidir, você tem que pensar em alguns detalhes específicos. O primeiro deles, claro, é o cargo que você irá ocupar (e, por consequência, a remuneração que virá com ele).

Se você recebeu uma oferta de muitos dígitos a mais, é possível que a chance de negar a oportunidade nem passe pela sua cabeça. Nesse caso, uma vez que existe uma possibilidade concreta de estabilidade, pode valer a pena deixar a vida que você conhece para trás.

Se você for casado, no entanto, isso pode significar que o seu cônjuge terá que largar o emprego para ir com você ou permanecer um tempo a mais na cidade em que estão, até que possa se organizar.

Nesse caso, você deve pensar em algumas coisas:

  • O dinheiro que você virá a receber é o suficiente para manter vocês dois, até que o seu par consiga um emprego?
  • Caso não seja possível abandonar o emprego tão rápido, é viável para vocês manterem dois aluguéis, em cidades diferentes? Existem filhos? Qual é o impacto dessa “separação” na relação de vocês?

Pense nessas questões antes de aceitar, e tenha sempre uma conversa franca e sincera com o seu marido ou esposa. Desta forma, vocês poderão decidir um caminho conjunto e ninguém sairá magoado, ferido ou sentindo que abriu mão da própria carreira pelo outro.

O que você deve observar antes de aceitar uma oportunidade de emprego

Quando o salário é duas, três vezes maior do que o salário que você costuma ganhar, isso já representa uma mudança significativa. Na prática, você terá mais poder de compra e mais facilidade para quitar as suas dívidas, além de poder guardar mais dinheiro para investir no seu futuro – e no futuro dos seus filhos.

É importante, porém, pensar em uma questão: quais serão os gastos que virão com a mudança? Por quanto tempo você terá que pagar determinadas coisas, e qual é o impacto do aluguel, do custo de vida local e da adaptação no salário que você virá a receber?

Quando saímos de uma cidade pequena para uma cidade grande, mesmo que o salário aumente, é possível que não tenhamos tanto assim para gastar. 

São Paulo, por exemplo, custa muito mais caro do que algumas cidades do interior de Minas Gerais. Assim, ao aceitar um emprego em SP, você deve saber que vai gastar mais para viver do que em Minas.

Calcule os gastos básicos de alimentação e vida, pesquise informações sobre aluguel e contas e, se possível, converse com moradores locais. Desta maneira, você conseguirá se preparar de forma adequada.

Outra coisa para levar em consideração é o perfil da empresa contratante. O salário é bom, você terá como se manter com boa qualidade de vida, o seu cônjuge gosta da ideia… Tudo certo, ok? Quase lá.

Confira quais são os pilares da companhia, verifique as mensagens deixadas por ex-funcionários da empresa na internet e sempre busque se informar sobre o ambiente organizacional e sobre os benefícios corporativos – que, exemplos de endomarketing que são, são capazes de tornar uma vaga ainda mais irresistível.

No mais, não tenha medo de mudar. Ficar parado no mesmo lugar é sempre pior do que se aventurar.