Com a pandemia a invadir o nosso país algumas medidas de prevenção ao combate do Covid-19 foram adotadas, o teletrabalho foi uma delas.

Mas afinal em que é que consiste?

Por sua vez, o teletrabalho tem dois grande pilares:

1- Exercer a atividade laboral à distância e remotamente;

2- Utilização de novas tecnologias e internet para desenvolver a atividade laboral.

Em suma, assenta na realização de uma atividade profissional fora do local de trabalho possibilitando assim a execução da mesma à distância. Posto isto e com a ascensão do teletrabalho, decidimos sugerir 3 maneiras de como ser mais produtivo durante a execução das suas atividades.

1-Mantenha o contacto com os Colegas;

Manter o contacto com os seus colegas é ponto muito importante e este deve ser o primeiro da sua lista. Por vezes uma troca de ideias sobre os projetos em desenvolvimento pode ser um elo de motivação para continuar com um elevado ritmo e qualidade de trabalho. Fale com eles, seja através de um pequeno software de troca de mensagens ou mesmo por video chamadas. Caso sinta a necessidade de desabafar um pouco com alguém ou precisa de uma ajudinha para manter a sua estabilidade emocional recorra a uma ajuda externa. Não se feche em copas e saiba sempre que pode contar com os profissionais da Fixando.

2- Defina um horário – Ajuste as suas pausas! 

A flexibilidade de horários é uma das grandes vantagens no regime de teletrabalho. Definir horários e quais as suas prioridades é fundamental. As suas pausas durante o horário laboral deverão estar bem definidas e distribuídas para que desta forma consiga descansar, recuperar energias e ajustar novamente a sua concentração.

Por sua vez, o teletrabalho é um regime que pode trazer vantagens para a empresa como também para o trabalhador. Sendo que uma empresa que esteja com esta forma de trabalho pode agir mais rapidamente em situações urgentes. Por outro lado o trabalhador tem mais flexibilidade de horários, estimulando também a sua responsabilidade.

3- Crie o seu espaço de trabalho 

Por último e não menos importante temos a criação e a organização do seu espaço de trabalho. Tente organizar o seu escritório de forma cômoda, luminosa e agradável. Neste sentido caso necessite de uma inspiração extra pode sempre contar com os designers de interiores e com os organizadores de casa profissionais da Fixando.

Pst: Lembre-se que é um local onde vai passar imensas horas e com muitas tarefas à mistura!

Aproveitamos também para relembrar que a nossa prioridade é o seu conforto e o seu bem estar. Caso necessite de alguma ajuda a Fixando tem o prazer de ajudar a encontrar o melhor para si!

 

 

 

Se você quer saber como conseguir uma bolsa de estudos, veio ao lugar certo. Elas são importantes para o ingresso e a permanência dos estudantes em uma graduação. 

Uma bolsa de estudos é uma ótima alternativa para que um estudante possa se dedicar exclusivamente às atividades acadêmicas. Isso pode ser feito através de programas públicos, como Universidade para Todos (Prouni) e Financiamento Estudantil (Fies), ou privados. 

As instituições privadas podem oferecer benefícios para quem faz uma segunda graduação, transferências ou iniciação científica. Na Estácio, por exemplo, você pode garantir uma bolsa de estudos de até 100% com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Para saber mais sobre os programas e sobre como conseguir uma bolsa de estudos, leia esse post até o final e fique por dentro!

Como conseguir uma bolsa de estudos de forma simples

A primeira coisa que você tem que ter em mente é saber qual o tipo de bolsa mais adequado para o seu perfil. Você pode se candidatar a bolsas ofertadas pelo governo ou pela universidade que estuda e para cada uma delas existe um processo específico. Confira a seguir alguns programas de bolsa de estudos.

1- Universidade para Todos (Prouni)

O Prouni é um tipo de bolsa de estudos destinada a estudantes brasileiros que ainda não possuem diploma de ensino superior. Ela é uma iniciativa do Governo Federal e pode conceder benefícios de 50% ou 100% do valor das mensalidades do curso em uma instituição privada para quem for selecionado.

Para poder concorrer a esse benefício, o estudante deve se cadastrar no site e comprovar uma renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa para bolsa integral e de até 3 salários mínimos para a parcial.

Além desses requisitos básicos, o candidato deverá ter cursado todo o ensino médio em escola pública e deverá ter realizado a última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). 

A seleção é feita com base no desempenho do aluno na avaliação do Enem, sendo necessário ter média de no mínimo 450 pontos e uma nota superior a zero na Redação. 

Vale ressaltar que só faculdades reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC) podem participar do Prouni. Ao se inscrever nesse programa, o aluno poderá escolher até duas opções de cursos e turnos de acordo com a sua preferência.

2-  Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES)

O Fies é um programa do Ministério da Educação que financia o curso de graduação de um estudante de ensino superior.

Para poder participar desse programa, é preciso fazer a inscrição no site e responder o questionário socioeconômico. Também é necessário ter avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC. Nesse caso, uma média de, no mínimo, 450 pontos na prova do Enem e uma nota superior a zero na Redação.

Como essa bolsa de estudos é um financiamento, isso quer dizer que o aluno deverá pagar as parcelas que foram custeadas pelo governo em um período de 14 meses em média após concluir a graduação. O programa oferece 3 modalidades, que variam de acordo com as condições socioeconômicas do candidato.

3- Iniciação Científica

Para quem deseja investir na carreira acadêmica, essa é a melhor opção de bolsa. As universidades públicas e privadas costumam oferecer bolsas para quem deseja entrar no mundo da pesquisa. Para poder participar, o estudante deve, primeiramente, elaborar um currículo na plataforma Lattes.

Os trabalhos da iniciação científica têm um professor que é orientador e responsável pelo projeto. Vale lembrar que existem diversos tipos de linhas de pesquisa que variam conforme a universidade. É fundamental ficar de olho no edital de seleção de bolsista de IC e observar se cumpre os requisitos necessários para poder se candidatar a vaga.

Essa é uma das formas de como conseguir uma bolsa de estudos e também aprender mais sobre as exigências da academia. Esse tipo de bolsa costuma preparar o estudante para níveis de pós-graduação, como mestrado e doutorado, além de dar uma incrementada no currículo acadêmico.

4- Segunda graduação

Se você possui um diploma de ensino superior de uma instituição reconhecida pelo MEC, saiba que algumas universidades particulares oferecem bolsas para a segunda graduação. 

O processo de seleção para esse tipo de bolsa é bastante simples. Basta ir no colegiado do curso e se informar quais são os requisitos para esse benefício. A Estácio, por exemplo, oferece descontos permanentes de até 30%.

5- Mérito acadêmico

Para quem é bom aluno, essa também pode ser uma maneira de como conseguir uma bolsa de estudos. Para ter acesso a esse benefício, é fundamental ter um destaque acadêmico. Algumas instituições oferecem bolsas de até 100% de acordo com o desempenho no Enem.

Alunos com desempenho acima da média costumam colher bons frutos na academia. Eles não apenas conseguem bolsas de monitoria, como outros benefícios que permitem que tenha descontos parciais ou totais nas mensalidades da graduação.

Conclusão

Agora que você está por dentro de como conseguir bolsa de estudos, o primeiro passo é avaliar qual a que oferece as melhores condições para você se formar e garantir o seu diploma de ensino superior.

Um dos principais hobbies desenvolvidos pela população brasileira durante a quarentena foi produção caseira de pães para 4500 pessoas produzir pão caseiro tornou-se um negócio, segundo afirma pesquisa do Sebrae.

Será que é possível lucrar com a venda de pães caseiros enquanto existem tantas padarias por aí? Sim, é possível. Mas para obter sucesso nesse ramo você deve seguir alguns passos e dominar algumas técnicas. Veja nossas dicas a seguir.

Faça seu próprio fermento natural (levain)

A primeira etapa para a fabricação de pães é a fermentação e nada mais justo do que aprender a produzir o seu próprio fermento. O fermento natural ou levain leva em torno de 8 dias para ficar pronto para o uso e então poderá começar a produzir seus deliciosos pães.

Sim é possível produzir bons pães com fermento biológico, porém a produção de pães com fermentação natural irá agregar mais valor ao seu produto final.

Para preparar o levain comece misturando um pouco de farinha e água fazendo uma bola do tamanho da ponta de um polegar. Você deve colocar essa bola de farinha em um pote de vidro tampado com água limpa e deixe a bolinha na água até o dia seguinte fora da geladeira.

Durante os próximos cinco dias você irá repetir o seguinte processo: Retire a bola da farinha e role em um pouco de farinha, troque a água do pote e coloque a bola novamente tampando e deixando até o dia seguinte. Caso a bola se desmanche pegue as partes, junte com mais farinha.

Passadas essas etapas coloque a bolinha em uma vasilha com 80ml de água (metade água limpa e metade da água do vidro) e 100g de farinha de trigo branca sem fermento. Misture até formar uma massa, tampe e espere até o dia seguinte (sempre fora da geladeira) e repita esse processo e espere mais 24 horas para usar o levain.

Receitas de pão caseiro, onde encontrar?

Essa é talvez seja a principal dica desse artigo. Você irá encontrar aqui receitas testadas e aprovadas.

Veja no artigo 12 receitinhas fáceis de pão para fazer em casa as principais receitas de pão caseiro testadas e aprovadas. No final do artigo há o campo de comentários, fique a vontade usar esse espaço para tirar dúvidas e pegar dicas sobre a produção de pães.

E quanto aos custos? Como calcular?

Não é difícil calcular os custos para começar sua produção e é indispensável calcular não apenas os ingredientes, mas principalmente o valor das horas que você irá empregar ou seja o custo de sua mão de obra. Outros custos importantes que não podemos esquecer são os custos de gás e energia (custos operacionais).

Uma forma de descobrir esses custos operacionais é comparando os valores de antes e depois de começar a fabricação de pães, por exemplo, se você gasta R$ 200,00 de energia e passou a gastar R$ 250,00 sua despesa para produzir aqueles pão é de R$ 50,00. Simples, não é?

Se não for possível calcular dessa maneira você terá que fazer as contas baseado em valores aproximados.

O que deve ficar claro é que esses custos não podem ser deixados de lado, devemos somá-los aos custos dos ingredientes e do seu tempo para posteriormente alcançar os custos totais do seu produto. Somente após calcular isso é que você deverá precificar os pães corretamente.

Conclusão: É um bom negócio vender pães caseiros?

O negócio de pães artesanais pode sim ser muito lucrativo se feito com o planejamento e execução correta, assim como qualquer outro empreendimento. Então, se você chegou até aqui é porque está interessado e espero este breve artigo tenha ajudado a compreender mais sobre esta oportunidade.

A empresa de Tonino Lamborghini anunciou no início deste ano o primeiro projeto imobiliário da marca no país. O edifício fará parte da cidade de Balneário Camboriú em Santa Catarina. 

Sofisticação 

O novo edifício terá 25.000 metros quadrados e uma torre com cerca de 170 metros de altura. Ele terá espaços como academia, terraço com piscina, SPA. área de descanso, minipista, carrinhos elétricos, área infantil, piscina aquecida e quadra de futebol. 

A estrutura irá aliar a modernidade com conforto, em um estilo mais atemporal. O design exterior é responsabilidade do arquiteto brasileiro Flávio Schiavon que irá se apropriar da identidade neoclássica, que é marca registrada das construções da empresa. 

A parte interna ficou por conta da arquiteta Vanessa Larré que, em seu projeto, desenvolveu ambientes práticos e ligados a vida cotidiana. Nos apartamentos, haverá varanda com churrasqueira, adega, jacuzzi, suite master com closet e acabamentos típicos da Tonino Lamborghini

Por que em Camboriú? 

A cidade de Balneário Camboriú é conhecida como a “Dubai brasileira” devido aos seus altos padrões e qualidade de vida de seus moradores. Ela é sinônimo de luxo, assim como a marca, sendo o lugar ideal para o primeiro edifício Tonino Lamborghini do país. 

Principais atrações turísticas de Camboriú 

A cidade de Camboriú fica em um lugar bem privilegiado que oferece diversas atrações turísticas. Ela também conta com a maior densidade de prédios e os 10 maiores edifícios do país. Durante o verão, Camboriú recebe mais de um milhão de turistas, e possui a melhor qualidade de vida de Santa Catarina, com uma densidade populacional que continua a aumentar. 

Assim, não é estranho que mais pessoas e mais pessoas que possuem grande poder aquisitivo escolham essa cidade para morar. Dentre as atrações turísticas que ela oferece, se destacam: 

Praia Central – esse é um dos lugares mais badalados da cidade, estando localizada em uma área completamente urbanizada. É possível sempre encontrar pessoas praticando esportes e curtindo um bronzeado. Ela é margeada por um calçadão e apresenta uma ótima infraestrutura para os banhistas. 

Parque Unipraias – esse é um grande espaço que oferece várias atrações, como os únicos bondinhos do mundo a ligar duas praias. Ele possui um ambiente natural que conta com trilhas, tirolesas, trenó de montanha Youhooo, bares e quiosques. 

Oceanic Aquarium – esse é o maior aquário que há no sul do país e é a mais recente atração turística de Camboriú. Ele conta com 25 tanques, mas nem toda estrutura está sendo usada. 

Cristo Luz – essa atração tem 33 metros de altura e se encontra no alto de um morro. A estátua possui um canhão de luz em sua mão esquerda para simbolizar o sol. Esse é o melhor ponto para observar os arranha-céus e ter uma vista panorâmica da cidade. 

Zoo de Balneário Camboriú – esse é um complexo zoobotânico que abriga várias espécies botânicas e de animais diferentes, como leões e tigres. O parque também tem áreas de pesquisa e o Museu do Pescador, que guarda animais empalhados e crânios humanos. 

  

O computador e o celular se tornaram não só uma grande fonte de entretenimento, com jogos e plataformas de streaming, mas também ferramentas de trabalho – especialmente com tantas pessoas trabalhando de casa devido ao contexto atual da pandemia causada pela COVID-19.

A maior parte dos aplicativos e recursos que utilizamos precisam de uma conexão estável de internet para funcionar, do contrário, vídeos não carregam, mensagens não são enviadas nem recebidas e, além disso, smart TVs e dispositivos como Chromecast não conseguem realizar transmissões. 

A maior parte dos planos contratados hoje em dia é de internet fibra ótica, uma tecnologia que oferece uma conexão veloz e com menos instabilidades. Portanto, se sua internet for de fibra óptica e estiver lenta – fique atento! Pode ser que sua operadora não esteja fornecendo o mínimo da velocidade contratada de internet (80%), conforme exigido pela Anatel. 

E como medir a velocidade da internet? Existem algumas ferramentas disponíveis no computador e também no celular para realizar esse teste e saber se a velocidade da sua internet está dentro do limite contratado ou se há algum problema na rede local que precisa ser solucionado. 

É importante entender algumas ferramentas e informações que fazem parte dos resultados dos testes para compreender os números e chegar a uma conclusão, são elas:

  •     Ping: o Ping é a latência da conexão e indica o tempo necessário para que os dados façam uma ida e volta entre seu computador (ou celular) e o servidor de teste de velocidade. Aqui, quanto menor o resultado, mais consistente é sua conexão.
  •     Jitter: sabe quando falamos que a internet está “congestionada”? É exatamente a isso que o Jitter se refere. Ele representa a variação com atraso na entrega de dados de uma rede e é medido pelos testes de ping.
  •     Velocidade de transferência: esse dado se refere à velocidade em que os arquivos são transferidos, ou seja, download e upload. Caso tenha notado que seus downloads estão demorando muito, fique atento a esses dados, mas não se esqueça de que utilizar algumas ferramentas pode reduzir a velocidade da conexão, como por exemplo, torrentes.

Agora que você já sabe como ler os resultados, vamos para algumas dicas e ferramentas para medir a velocidade da internet: 

Brasil Banda Larga

A Anatel possui o seu próprio teste de velocidade no site Brasil Banda Larga. A EAQ (Entidade Aferidora de Qualidade de Banda Larga) foi criada para dar suporte ao acesso à internet em banda larga fixa e móvel no Brasil. 

Para testar, basta clicar no botão “INICIAR TESTE” e aguardar o resultado. Para ter um resultado ainda mais preciso, conecte um cabo de rede entre seu modem e seu computador.

O teste da Anatel é bem completo e fornece informações importantes como o Ping, Jitter, região do seu servidor e região do teste, velocidade de download e upload. Além de acessar através do computador, o Brasil Banda Larga também pode ser acessado através do aplicativo para celular, disponível para Android e iOS.

Fast.com

O Fast é um site criado pela Netflix que realiza o teste de conexão de forma automática – ao abrir o site, o teste já é iniciado. Porém, é uma versão mais simples e o dado principal exibido é a velocidade de download. Ao clicar em “Mostrar mais informações”, também é possível ver a latência (Ping) e a velocidade de upload.

O Fast pode ser utilizado tanto no computador quanto em celulares, sem a necessidade de baixar um aplicativo: basta acessar o endereço e o teste terá início de forma automática.

SpeedTest

Uma das ferramentas mais famosas para medir velocidade da internet é o SpeedTest. Através dessa plataforma, você pode escolher um servidor para testar sua conexão clicando em “Configurações” ou deixar que ele selecione de maneira automática. Dessa forma, ele identifica o servidor mais próximo da sua região para que a velocidade seja medida com precisão.

Clicando em “Iniciar”, o SpeedTest fará 3 rodadas de teste para identificar os seguintes dados principais: ping, velocidade de download e velocidade de upload. Após finalizar, os resultados serão exibidos na tela para que você analise. Além de medir velocidade da internet, nesta plataforma também é possível comparar resultados, caso você tenha realizado testes anteriormente ou queira realizar no futuro. Basta clicar em “Resultados” e você terá acesso ao seu histórico de testes. Dessa forma, você tem em mãos informações para comparar dados e identificar oscilações e possíveis problemas na sua conexão de rede.

O SpeedTest pode ser utilizado no computador e também está disponível para celulares. Basta baixar o aplicativo, disponível para Android e iOS.

Agora você está pronto e tem todas as informações e ferramentas para medir velocidade da internet! Realize todos os testes e fique atento aos resultados para identificar se existe algum problema no fornecimento de internet pela sua operadora ou na rede local. Não se esqueça de conferir o contrato da operadora para saber exatamente o plano de internet que você contratou e qual é o limite mínimo ela pode oferecer. Dessa forma, você compara os dados obtidos com o serviço comprado e, caso ele não esteja dentro do estipulado, você pode formalizar uma reclamação diretamente na Anatel ou no Procon da sua cidade.

A portabilidade é um serviço oferecido pelas empresas de telecomunicações e que você tem direito quando quer mudar de prestador de serviço sem perder o número atual. Se você já pensou sobre isso, mas nunca soube como fazer, aprenda a seguir e saiba quais as vantagens.

Embora seja um direito do consumidor, muitos usuários de telefonia móvel não sabem que têm o direito de mudar de operadora e seguir com o mesmo número. Se você não tem mais interesse em continuar sendo cliente de sua operadora atual e deseja fazer portabilidade para a Tim, saiba que isso é possível e simples.

Como fazer portabilidade de celular?

Antes de fazer a portabilidade de celular você deve avaliar se é vantajoso para você mudar de operadora. Coloque tudo na balança e compare todos os prós e contras. Caso as vantagens cubram o seu atual plano, essa é a oportunidade de fazer a troca de serviço e manter o mesmo número.

Após fazer a avaliação sobre vantagens e desvantagens da nova empresa de telefonia, verifique se você não possui nenhuma pendência em aberto com a sua operadora atual. Isso é fundamental porque é necessário ter todas as contas quitadas para que não barrem você no processo.

Antes de seguirmos para o próximo passo, confira também se não existe nenhuma multa por quebra de fidelidade com a operadora que você é cliente. Caso positivo, isso também deve ser colocado na balança 

Se tudo estiver em ordem, agora sim você pode entrar em contato com a nova operadora e escolher o plano mais adequado ao seu perfil. Isso pode ser feito através do site, 0800 ou através de uma das lojas, de modo presencial. 

Como fazer portabilidade de celular para a TIM?

A TIM oferece descontos em todos os planos para clientes que fazem a portabilidade. Para fazer isso, você não precisará se preocupar em entrar em contato com a operadora atual, pois a Tim se encarrega dessa tarefa. Para solicitar a portabilidade de celular, você precisa ter em mãos:

  • CPF ou CNPJ
  • RG
  • uma fatura da atual operadora 
  • comprovante de endereço

Ao realizar o processo, anote o número do seu protocolo e aguarde o prazo estipulado para a efetivação da portabilidade de celular. 

Esse processo pode levar até 5 dias úteis. Vai depender muito dos trâmites de uma operadora com outra e datas como feriados ou fim de semana.

Quais cuidados eu devo tomar ao fazer portabilidade de celular?

Antes de fazer a portabilidade de celular, recomendamos que você observe algumas questões básicas. Veja quais são:

  • Verifique a disponibilidade do seu número – o primeiro cuidado é o de buscar a informação se a operadora a qual você vai migrar tem disponibilidade para o seu atual número. Esse processo é bastante simples, você fica sabendo na hora.
  • Taxa do serviço de portabilidade – cheque o valor que a operadora cobra para fazer portabilidade. O regulamento da Anatel autoriza cobrança de taxas para esse serviço, mas também é comum as operadoras oferecerem promoções que isentam os novos clientes de pagarem essa tarifa;
  • Anote o número do protocolo – é importante você anotar o número do protocolo fornecido pela operadora para a qual você vai migrar. Através desse número, você terá mais agilidade ao buscar informações sobre prazos e como foi feita a contratação do novo serviço.
  • Não cancele o seu plano atual – quando você for migrar para a nova operadora, é preciso que a sua linha esteja ativa. Todo o processo de portabilidade será feito pela nova empresa que você irá contratar, inclusive o cancelamento da sua linha na operadora antiga.
  • Siga todas as orientações passadas – quando você solicitar a portabilidade de celular, é fundamental seguir todas as orientações recomendadas. Durante a contratação do novo serviço, você receberá orientações no exato momento da aquisição do novo plano. Essas orientações servem para garantir maior tranquilidade e agilidade na migração de uma operadora para outra.

Quais as vantagens de fazer portabilidade de celular?

A principal vantagem de fazer a portabilidade é a de você ter opções para escolher qual operadora oferece os melhores pacotes de telefonia para o seu perfil. Isso garante mais qualidade no serviço que elas prestam e evita que você fique refém de uma empresa que não atende às suas expectativas.

A outra vantagem é a de migrar de operadora e garantir o mesmo número que possui. Isso vai evitar que você tenha transtornos como o de avisar a todos os contatos ou clientes da agenda que você trocou de número. 

A portabilidade de celular deixa você livre para decidir qual é a operadora que tem o melhor serviço e isso se reflete em um mercado mais justo para o cliente. Além disso, por meio desta migração você pode conseguir descontos tentadores em pacotes de telefonia. 

Descubra as novas tendências de decoração e prepare a sua casa para a nova estação.

A Primavera está aí ao virar da esquina e com ela surge a vontade de renovar a decoração da casa. Largar o estilo carregado do Inverno e atualizar a decoração de acordo com as novas tendências.

Vivemos numa época em que a sociedade tenta cada vez mais desprender-se daquilo que são os padrões e pré-conceitos, tendo as novas tendências de decoração sido influenciadas por este estilo de vida. Nesse sentido, a palavra de ordem é CRIAR. Crie as suas próprias peças, restaure antigas ou construa novas, tudo isto ao seu próprio estilo, arriscando- se a misturar os temas que mais gosta num só. Não irá haver regras nem combinações perfeitas. O objetivo é que impere a personalidade, a ousadia e a criatividade.

Deste modo, desprenda-se das cores neutras e sóbrias, e aposte em cores mais fortes, padrões e texturas. Mantenha-se longe dos brancos minimalistas e dê mais atenção às plantas e madeiras velhas.

Descubra aqui algumas das tendências atuais da decoração que pode adotar para a chegada da Primavera à sua nova casa!

Dê mais cor à sua cozinha

Já lá vai o tempo em que a cozinha servia apenas para cozinhar, sendo uma mera divisão funcional.

Portanto, embeleze a sua cozinha com a colocação de quadros, plantas e jarras, pinte os armários com tonalidades vivas e pondere a troca das habituais torneiras por umas diferentes, como douradas ou pretas.

Por fim, não se esqueça de que há também a crescente tendência para a utilização de pratos e talheres antigos e panelas de barro e terracota, tanto para fins decorativos como funcionais.

Aposte em padrões e texturas

Na próxima estação a tendência é abusar dos padrões naturalistas. O objetivo é utilizar designs mais excitantes e extravagantes, como por exemplo: papel de parede, roupas da cama e quadros com estes padrões.

Dê também mais atenção às texturas, especialmente a artigos de tecelagem, para criar um ambiente mais rústico. Decore, por exemplo, as paredes com peças de macramé e opte por tapetes de sisal.

Misture cores fortes e vibrantes

Tal como na moda, o color blocking está de regresso.  A arte de agarrar em cores opostas e combiná-las, formando blocos de cor, foi uma tendência muito popular entre a década de 60 e 80. Agora, está de volta e deve ser aplicada à decoração.

Nesse sentido, ouse conjugar cores fortes e arrojadas. Atenção: não adote este estilo em toda a divisão, e muito menos em toda a casa, porque rapidamente tornar-se-à cansativo. Selecione algumas peças-chave (como almofadas ou tapetes) de tonalidades vivas e contrastantes e misture-as para dar personalidade e identidade a determinada divisão.

O belo é importante, mas o confortável importa mais

Só de beleza não vive o Homem. O bem-estar também é uma crescente preocupação nas novas tendências de decoração e para que se sinta bem em casa é importante que as divisões se tornem cómodas e acolhedoras.

Nesse ponto os tecidos assumem um lugar de destaque. Opte por tecidos fofos e confortáveis nos sofás, tapetes e mantas, de modo a proporcionar uma sensação acolhedora e de relax.

A natureza também está na moda

Deixe o verde entrar na sua casa através da natureza. Espalhe plantas por toda a habitação e, caso tenha espaços de pequenas dimensões, prefira vasos pequenos e mini plantas. A tendência são os cactos, por não exigirem muita manutenção, mas se preferir algo mais discreto opte por uma pequena oliveira.

Traga o verde não só como mero elemento decorativo. No âmbito da crescente preocupação com a sustentabilidade é cada vez mais comum a adoção de vasos com plantas para consumo, como o manjericão, a salsa e o cebolinho, e até a criação de hortas. Se mora num apartamento pode optar por construir um jardim vertical.

Estás a precisar de uma empresa de mudanças na Espanha? Empresa mudanzas Almeria 

Como mover uma janela para outra área de trabalho virtual no Windows 10

Se você utiliza o recurso das áreas de trabalho virtual do Windows 10 você sabe o quanto esse recurso é valioso, contudo, trafegar de uma janela para outra é fundamental para bom funcionamento durante as tarefas que os usuários precisam realizar na estação de trabalho.

Nesse artigo vamos mostrar passo a passo como mover uma janela para outra área de trabalho virtual no Windows 10.

Windows Desktop Hero

Se você frequentemente usa desktops virtuais no Windows 10 para gerenciar seus espaços de trabalho, você pode descobrir que manter o controle das janelas entre eles às vezes pode ser um incômodo. Felizmente, o Windows facilita a movimentação de janelas entre desktops virtuais. Aqui está como.

Como arrastar e soltar windows entre desktops virtuais

Usando seu mouse ou uma tela sensível ao toque, você pode facilmente arrastar janelas entre desktops virtuais usando o sceen Task View. Para abrir “Task View”, clique no botão “Visualização de tarefas” na barra de tarefas ou pressione o Windows+Tab.

(Se você não ver um botão “Visualização de tarefas” na barra de tarefas, clique com o botão direito do mouse na barra de tarefas e selecione “Mostrar botão Exibição de tarefas.”)

In Windows 10, click the "Task View" button on the taskbar.

Usando a linha de miniaturas de desktop virtuais na parte superior da tela de exibição de tarefas, clique na área de trabalho que contém a janela que você gostaria de mover.

The Windows 10 Task View Screen that displays virtual desktops

Depois de clicar, a área de trabalho virtual selecionada aparecerá. Ative “Visualização de tarefa” novamente e arraste a miniatura da janela para a sua opinião.

À medida que você movê-lo sobre o desktop de destino, a miniatura reduzirá de tamanho.

Dragging a window between virtual desktops on the Task View screen in Windows 10.

Uma vez que a miniatura da janela esteja sobre a miniatura virtual do destino da área de trabalho, solte o botão do mouse e a janela será movida para a área de trabalho.

In Windows 10 Task View, the window has been moved to another virtual desktop.

Depois disso, você está livre para mudar para qualquer desktop virtual que você gosta clicando nele ou simplesmente pressionando “Escape” para fechar a Exibição de Tarefas.

Leia também:  Whatsapp TRansparente 9.70 Prime

Como mover o Windows entre desktops virtuais clicando com o botão direito do mouse

Você também pode mover janelas entre desktops virtuais usando um menu pop-up que aparece na Exibição de tarefas. Primeiro, abra “Task View” e concentre-se na área de trabalho que inclui a janela que você gostaria de mover. Em Task View, clique com o botão direito do mouse na miniatura da janela e selecione “Mover para”, em seguida, escolha o desktop de destino da lista.

In Task View on Windows 10, right-click on a window thumbnail and select "Move to."

Depois disso, a janela aparecerá na área de trabalho virtual selecionada. Você também pode fazer a janela aparecer em todos os desktops virtuais ao mesmo tempo se clicar com o botão direito do mouse em sua miniatura na Exibição de tarefas e selecionar “Mostrar esta janela em todos os desktops”. Muito útil!

Saiba mais: Whatsapp gb é seguro?


Infelizmente, o Windows 10 não inclui um atalho de teclado para mover janelas entre desktops virtuais.

Aproveitar o enorme alcance das redes sociais para vender mais pode ser o segredo para fazer sua empresa despontar no mercado. Quer saber como fazer isso? Descubra neste conteúdo!

 Uma pesquisa famosa da Hootsuite aponta que cerca de 66% dos brasileiros são consumidores assíduos de redes sociais.

Só para você ter uma ideia, o Brasil tem cerca de 209 milhões de habitantes. Ou seja: a porcentagem acima refere-se a praticamente a 140 milhões de usuários presentes nas redes.

Bom, são números assustadores, concorda? Inclusive, aqui vai um aviso: empresas que não possuem presença digital atualmente estão praticamente invisíveis para o mercado e público.

Voltando… As pessoas hoje estão nas redes sociais para as mais variadas finalidades, interagir, buscar por lazer e entretenimento, consumir conteúdos e, principalmente, comprar!

Pois é, os principais canais de comunicação se tornaram uma maneira dos usuários pesquisarem por produtos e serviços, comparar preços, trocar informações, assistir aos reviews e unboxings e por aí vai.

Então, sem mais delongas, quer saber como vender mais por meio das redes sociais? Continue a leitura deste conteúdo e veja 5 dicas práticas e aplicáveis!

1 – Estude seu público

O que isso tem a ver com redes sociais? Tudo!

Em uma estratégia digital, a segmentação é uma das principais vantagens existentes, porém é preciso saber pelo que seu público se interesse, o que ele precisa e o que busca.

Diante disso, localize seus seguidores, análise da faixa etária, localização, últimas interações, perfis que seguem, dentre outros pontos que podem ser necessários para conhecê-los.

Assim, é possível comunicá-los de maneira personalizada tanto em linguagem nas publicações, como em ofertas do seu produto.

2 – Crie conteúdo valioso

Conteúdos são a base das redes sociais e devem ser priorizados na atração e fidelização de clientes!

Em todo momento que passam on-line as pessoas estão consumindo conteúdo, às vezes sem nem saber.

Vídeos, textos e imagens movimentam as principais redes sociais e as pessoas em grande parte buscam por isso.

Faça publicações frequentes com dicas, passo a passo, tutoriais e promessas envolvendo o seu mercado, produto e interesses do público em geral.

Por exemplo, uma clínica odontológica que busca por mais pacientes pode fazer publicações sobre clareamento dental envolvendo curiosidades, dicas de quando fazer, recomendações, quanto custa clareamento dental e onde encontrar, dentre outros.

Deste modo, o interesse dos seguidores é estimulado as chances de compra aumentam gradativamente.

Algumas dicas úteis para conteúdo são:

  • Assuntos relevantes;
  • Informações que agreguem;
  • Publique diariamente;
  • Foque no curto, médio e longo prazo.

3 – Crie relacionamento

As redes sociais são canais de comunicação direta, então utilize esse benefício em prol do seu negócio.

Em palavras mais diretas: pessoas que se sentem próximas à marca tendem a comprar mais e com maior frequência.

Então, interaja com seus seguidores, responda comentários e estimule o engajamento com enquetes, feedbacks e  mensagens por DM.

Gerir a relação com o público faz com que ele se sinta importante, torne-se fiel à empresa e ainda a recomendem para amigos e parentes, o que aumenta seu número de vendas.

Foque no gatilho mental da reciprocidade, onde clientes sentem-se recompensados por estarem ali consumindo o que consomem.

4 – Seja criativo

Essa talvez seja uma das dicas mais importantes e que surtem maior efeito em seus seguidores!

Vale dizer que ser criativo não significa ser exagerado ou florear mensagens ou publicações, mas sim explorar um assunto da melhor maneira possível.

Por exemplo, aquela clínica que publica conteúdos pode falar de aparelho ortodôntico de um modo mais cômico, agregando valor a quem faz o tratamento para renovar o sorriso.

Para falar de temas como implante dentário valor, sem mencionar preços fazer entender o preço, a lógica é a mesma! As publicações podem criar uma ideia maior que não apenas um procedimento necessário, que tende a dor, ser caro e afins.

A criatividade e exclusividade faz os seguidores se tornarem fãs da conta e recomendá-las a novas pessoas, o que reflete em mais alcance, autoridade e possivelmente vendas.

5 – Faça anúncios

Lembra da enorme audiência das redes sociais? Pois é, ela é ótima para vendas!

Os anúncios ou conteúdos impulsionados são ótimos para promover um produto ou serviço ou mesmo a sua marca.

Eles aparecem de acordo com a navegação recente do usuário e costumam ter um bom alcance, além de serem relativamente baratos em relação ao seu investimento.

Instagram ADs e Facebook ADs são dois recursos potentes para gerar leads de maneira rápida para a sua conta.

Para finalizar, as redes sociais são canais perfeitos para melhorar a imagem da sua marca, conquistar autoridade no mercado, fortalecer o relacionamento com o público e vender mais a partir disso, por etapas.

Então, use-as com a proposta de agregar valor ao público, essa é a maneira mais eficiente de ter resultados expressivos.

Este conteúdo foi produzido por Clínica Ideal

Precisa comprar seguidores instagram? Acesse o link: https://seguidorescomprar.com.br

Sonhar com jacaré é algo que, geralmente, causa um certo receio. Afinal de contas, esse é um animal perigoso e, em casos de ataques, pode matar um ser humano facilmente.

Tendo isso em mente, é fácil acreditar que esse tipo de sonho tem um aspecto negativo. Entretanto, isso nem sempre é verdade. Para entender melhor, siga com a leitura do texto.

Os significados de sonhar com jacaré

Existem diversos significados envolvendo a presença do jacaré nos sonhos.  Entretanto, todos eles estão relacionados a medo. Ou seja, aos receios e aos temores que você possui e não tem coragem de enfrentar.

1. Você está matando um jacaré

Quando você mata um jacaré no sonho quer dizer que existe um perigo próximo para ocorrer. Então, fique atento à sua rotina para não ser pego desprevenido e poder se defender caso seja necessário.

2. Um jacaré está atacando-o

Isso indica que você precisará lidar com pessoas ou situações que lhe causam medo em pouco tempo. Sendo assim, esteja preparado para esse momento.

3. Você está fugindo de um jacaré

Sonhar que você foge de um jacaré significa que existe algo que está evitando na vida real. Seja por medo, ansiedade ou receio de criar conflitos. Entretanto, isso está lhe fazendo mal. Então, encare os problemas e dê o primeiro passo para resolvê-los.

4. Um jacaré está morto

Este sonho é exatamente o oposto da anterior. Quando o jacaré está morto, quer dizer que você tomou alguma ação para mudar uma situação que vinha evitando a muito tempo. Por isso, tenha certeza que novas possibilidades irão se abrir em sua vida.

5. Você está comendo um jacaré

Este tipo de sonho indica algo extremamente positivo, pois significa que seus medos foram superados. Ou seja, é sinal de vitória, força e novos caminhos.

Para além de sonhar com jacaré

Ao longo do texto, você conheceu os principais significados de se sonhar com jacaré. E, como deu para notar, vários deles significam coisas boas. Porém, sabemos que você deve ter muitos outros sonhos no cotidiano. Qu tal ver também o significado de sonhar com dinheiro esse significado vai te deixar surpreso.

Não se esqueça de escrever nos comentários qual foi seu sonho de hoje. Estamos curiosos!