Se você possui uma startup este artigo é fundamental para um crescimento acelerado de seu negócio. Você já reparou que algumas startups surgem da noite para o dia com investimentos bem enxutos de marketing e um crescimento realmente acelerado?

Muitas dessas empresas se apoiam em estratégias de Growth Hacking para acelerar os resultados. Um hacker de crescimento, é o profissional responsável por encontrar oportunidades inovadores de alcançar resultados fora cogitação com investimentos relativamente baixos.

E neste artigo vamos abordar mais a respeito desta estratégia que pode ajudar sua startup a crescer de forma acelerada.

 

O que é Growth Hacking?

O Growth Hacking é uma técnica de marketing responsável por alavancar negócios usando recursos disponíveis através da programação para um crescimento acelerado de empresas. O termo Growth Hacking foi criado no ano de 2010 por Sean Ellis, que é fundador e CEO da GrowthHackers.

Grandes empresas como Airbnb, Tinder, Product Hunt, Dropbox utilizaram-se desta estratégia para chegar onde chegaram, com resultados bastante surpreendentes. Estas estratégias normalmente são muito mais aceleradas do que qualquer consultoria de seo que prometem trabalhos de médio e longo prazo.

Como um exemplo, o Dropbox em seu início utilizou-se de uma integração de uma API com o Gmail para possibilitar que todos os seus usuários pudessem convidar todos os contatos de sua conta, concedendo-lhes espaço em disco extra para cada usuário que se inscrevesse na plataforma.

Simplesmente eles utilizaram-se de um serviço disponível que é a integração com a API do Gmail e desenvolveram sua ferramenta de marketing. Isso fez com que o crescimento e aquisição de clientes se expandisse de uma forma muito acelerada para o Dropbox.

O principal objetivo do Growth Hacking é buscar uma forma econômica de conquistar uma boa base de clientes. Utilizando-se dessa técnica, todas as áreas do seu negócio estarão juntas e para buscar uma forma eficiente de gerar mais vendas.

Na maioria das vezes, é preciso unir as estratégias de marketing com o desenvolvimento de aplicações que possibilitem explorar recursos já disponíveis na internet.

 

Quais tipos de negócios devem usar Growth Hacking?

Growth Hacking é uma técnica de marketing poderosa que funciona não apenas para startups de tecnologia, mas também para os mais diversos segmentos de startups.

Esta estratégia é funcional em:

Marketing B2B: Sem dúvidas esta técnica de marketing pode beneficiar empresas que comercializam produtos e serviços B2B. Growh Hacking pode diminuir consideravelmente os investimentos com mídia PPC, fazendo com que os próprios clientes impulsionem a geração de leads qualificados e vendas;

Marketing B2C: Este também é um segmento de empresas que podem se beneficiar de estratégias de Growth Hacking. Empresas tem procurado entender o comportamento do consumidor e criar maneiras com que a multiplicação e viralização joguem a favor de seus negócios;

Startups: Este modelo disruptivo de negócios sem dúvidas pode se beneficiar. Especialmente porque possuem características muito adaptáveis a esta técnica e também normalmente recursos escassos de marketing sem ter que investir por exemplo em uma agencia de link building.

 

O Processo do Growth Hacking

Embora pareça muito simples, a verdade é que o Groth Hacking exige planejamento e o cumprimento de algumas etapas. Sua empresa não irá atingir os resultados que esta técnica pode gerar do dia para a noite.

No caso do Dropbox, por exemplo, foram necessários vários experimentos até que a empresa encontrasse a forma certa de se tornar bem sucedida.

É por isso que para aplicar Growth Hacking é necessário seguir um processo. Na qual deve possuir as seguintes etapas:

 

1 – Definição de Objetivos

Estabelecer metas para um projeto não é uma tarefa nova. Metas alcançadas é a divisão que separa startups bem sucedidas das que passam por dificuldades.

É preciso que sua Startup possua informações pertinentes de onde precisa chegar para que o Growth Hacking possa contribuir com o seu negócio.

E este planejamento de objetivos é preciso que seja muito claro com cada tipo de ação que sua startup irá tomar. Abaixo um exemplo de como deve ser feito:

Ao invés de: Minha startup precisa aumentar 55% no faturamento nos próximos 6 meses, você precisa ter todas as respostas como no roteiro abaixo:

“Como vou aumentar o faturamento de minha startup em 55%?”

Resposta: “Vou fazer minha startup aumentar o faturamento melhorando os níveis de retenção de clientes.”

Pergunta: “Como minha startup irá reter mais clientes?”

Resposta: “Vou aumentar os níveis de retenção de clientes educando-os com relação a utilização de minhas ferramentas e serviços”

Pergunta: “Como minha startup irá educar mais clientes?”

Resposta: “Criando conteúdos em vídeo sendo publicados em diferentes canais, ensinando de forma divertida a utilizar as ferramentas e serviços”.

Pergunta: “Quantos conteúdos em vídeo serão necessários que sejam criados?”

Resposta: “Serão necessários 20 conteúdos por mês durante 180 dias”.

Neste momento, existe uma definição de objetivo muito mais palpável e tangível para ser executado.

É obvio que existem várias formas de aumentar o faturamento de uma startup, mas traçar o caminho que será seguido e deixar isso claro com tudo que é necessário é fundamental para um planejamento bem executado.

 

2 – Mensuração

A mensuração é uma premissa muito importante do Growth Hacking. Uma vez que os objetivos estão definidos de uma forma clara, é preciso medir o resultado de cada etapa.

Felizmente as ferramentas de marketing possuem informações detalhadas a respeito de cada ação que sua startup executa.

Isso permite acompanhar e identificar qualquer desvio que aconteça bem como identificar oportunidades não previstas que podem ajudar a atingir as metas antes do esperado.

Algumas das principais ferramentas de análises de dados são:

  • Google Analytics;
  • Facebook Insights;
  • Youtube (estatísticas);
  • KissMetrics;
  • SimilarWeb;

 

3 – Alavancar sua rede atual

Independente de qual segmento é sua startup, um dos fatores de sucesso de uma estratégia de Growth Hacking passa por alavancar suas redes atuais independentemente de quais sejam.

Se a comunicação de sua startup com seus clientes e prospects é através de lista de assinantes, sua empresa precisa alavancar este canal. Se ela ocorre através de mídias sociais, será necessário alavancar o número de seguidores fiéis e, se é um negócio baseado em visitas orgânicas será preciso fazer com que o posicionamento orgânico de seus conteúdos se posicionem de forma efetiva. Mesmo em que sua Startup tenha recursos para investir em uma agência de seo.

Muitas vezes a solução esta ao seu alcance e você não esta enxergando. A criatividade é fundamental para um Growth Hacking de sucesso.

Um exemplo disso é o Hotmail, atualmente a empresa mudou o nome para Outlook. No inicio das atividades, a empresa adicionou no rodapé uma assinatura em todos os emails trocados por seus usuários. A assinatura era “P.S: I love you, get your free email at Hotmail”, que tem como tradução “Eu te amo, crie sua conta grátis no Hotmail”.

Isso fez com que a própria carteira de clientes propagasse o convite à todos os contatos de forma automatizada. Investimento: Zero!

 

4 – Teste tudo

Seja uma campanha e marketing aplicada com investimento em mídia paga ou sem, é fundamental a realização de testes A/B em todas as ações de sua Startup.

Muitas vezes o comportamento das pessoas não seguem lógicas racionais nas quais possamos prever em um planejamento.

E isso faz com que mesmo profissionais de marketing altamente experientes cometam erros de otimização, caso não apliquem uma boa metodologia de testes A/B.

A vantagem disso é que existem inúmeras ferramentas de marketing que possibilitam a realização destes testes até mesmo de forma automatizada, programando diferentes versões de comunicação e aplicando a versão com o melhor resultado.

 

5 – Potencializar os pontos fortes de sua Startup

Para sua startup ter sucesso é preciso identificar e potencializar os pontos fortes que ela possui. Além é claro de utilizar dos recursos disponíveis para alavancar o seu negócio.

A dica é que procure recursos já existentes para essa alavancagem. Não há receita de bolo. A criatividade é fundamental neste momento.

No universo do Growth Hacking, aproveita-se as conexões, recursos, espaço e ferramentas disponíveis.

O Facebook, por exemplo, foi lançado usando a rede de alunos em Harvard. Até então não era uma rede social aberta para todos. Ela inicialmente era aberta somente para alunos. Até que posteriormente foi aberta para outras faculdades e depois para o resto do mundo.

O Airbnb utilizou-se do Craiglist. Eles enviavam as postagens de forma automática para o Craigslist (o Craigslist posteriormente bloqueou), o que fez com que os serviços do Airbnb fossem divulgados muito mais rapidamente.

O Uber utilizou-se dos smartphones dos usuários de forma a revolucionar a indústria de táxis.

Então, use a criatividade e veja como sua startup pode se aproveitar dos recursos já disponíveis para alavancar os resultados e atingir as metas de crescimento planejadas.

Estratégia recomendada de SEO è Comprar backlinks brasileiros de qualidade

 

6 – Explorar mercados adjacentes

Muitos profissionais de marketing desprezam o valor de buscar mercados inexplorados dentro de um negócio.

Este tipo de ação utiliza a capacidade de geração de leads e oportunidades de vendas em área adjacentes ao seu produto principal, considerando interseção de produto e cliente.

Imagine uma empresa de softwares que seja criadora de uma série de plugins para plataforma de CMS WordPress. Neste caso, a startup já possui uma gama de clientes utilizadores do WordPress.

Explorando um mercado adjacente, sua startup poderia explorar a comercialização de temas de alta qualidade e otimizados para a mesma comunidade de clientes. Isso irá gerar uma grande oportunidade de negócios sem que sua empresa precise de alto investimento em marketing para ampliação da carteira de clientes.

 

7 – Explorar o marketing de referência

A melhor forma de fazer com que seu negócio potencialize de maneira rápida é fazer com que seus próprios clientes promovam seu negócio e se encarreguem por trazer novos clientes para sua startup.

Portanto, use seus clientes como referência. Grandes empresas como Uber, Airbnb e Dropbox usaram o marketing de referência para promover seus serviços.

É claro que para isso é importante oferecer benefícios reais para que sua carteira de clientes tenha o interesse em fazer com que sua mensagem seja propagada.

Como é o caso da Dropbox, que ofereceu espaço extra em disco para cada novo usuário indicado pelos clientes da empresa.

 

Conclusão

O marketing convencional poderia facilmente fazer com que uma empresa alavancasse seus negócios, porém com investimentos e tempo compatíveis com os resultados esperados.

O Growth Hacking é uma estratégia que surge como alternativa para viabilizar crescimentos rápidos, exponenciais e com baixo investimento. Esta estratégia pode ser aplicada especialmente para Startups, que possuem uma essência com modelo de negócios disruptivo por natureza.

As técnicas de Growth Hacking que citamos neste artigo irão ajudar a planejar e executar seu hacking de crescimento.

Analisando a crescente procura por profissionais que criam growth hacks nos mais diferentes segmentos, você deverá concordar que é das melhores formas de escalar e superar sua concorrência.

Visite e conheça uma boa agência de seo è https://webtrends.net.br/especialista-em-seo/