Se você quer saber como conseguir uma bolsa de estudos, veio ao lugar certo. Elas são importantes para o ingresso e a permanência dos estudantes em uma graduação. 

Uma bolsa de estudos é uma ótima alternativa para que um estudante possa se dedicar exclusivamente às atividades acadêmicas. Isso pode ser feito através de programas públicos, como Universidade para Todos (Prouni) e Financiamento Estudantil (Fies), ou privados. 

As instituições privadas podem oferecer benefícios para quem faz uma segunda graduação, transferências ou iniciação científica. Na Estácio, por exemplo, você pode garantir uma bolsa de estudos de até 100% com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Para saber mais sobre os programas e sobre como conseguir uma bolsa de estudos, leia esse post até o final e fique por dentro!

Como conseguir uma bolsa de estudos de forma simples

A primeira coisa que você tem que ter em mente é saber qual o tipo de bolsa mais adequado para o seu perfil. Você pode se candidatar a bolsas ofertadas pelo governo ou pela universidade que estuda e para cada uma delas existe um processo específico. Confira a seguir alguns programas de bolsa de estudos.

1- Universidade para Todos (Prouni)

O Prouni é um tipo de bolsa de estudos destinada a estudantes brasileiros que ainda não possuem diploma de ensino superior. Ela é uma iniciativa do Governo Federal e pode conceder benefícios de 50% ou 100% do valor das mensalidades do curso em uma instituição privada para quem for selecionado.

Para poder concorrer a esse benefício, o estudante deve se cadastrar no site e comprovar uma renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa para bolsa integral e de até 3 salários mínimos para a parcial.

Além desses requisitos básicos, o candidato deverá ter cursado todo o ensino médio em escola pública e deverá ter realizado a última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). 

A seleção é feita com base no desempenho do aluno na avaliação do Enem, sendo necessário ter média de no mínimo 450 pontos e uma nota superior a zero na Redação. 

Vale ressaltar que só faculdades reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC) podem participar do Prouni. Ao se inscrever nesse programa, o aluno poderá escolher até duas opções de cursos e turnos de acordo com a sua preferência.

2-  Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES)

O Fies é um programa do Ministério da Educação que financia o curso de graduação de um estudante de ensino superior.

Para poder participar desse programa, é preciso fazer a inscrição no site e responder o questionário socioeconômico. Também é necessário ter avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC. Nesse caso, uma média de, no mínimo, 450 pontos na prova do Enem e uma nota superior a zero na Redação.

Como essa bolsa de estudos é um financiamento, isso quer dizer que o aluno deverá pagar as parcelas que foram custeadas pelo governo em um período de 14 meses em média após concluir a graduação. O programa oferece 3 modalidades, que variam de acordo com as condições socioeconômicas do candidato.

3- Iniciação Científica

Para quem deseja investir na carreira acadêmica, essa é a melhor opção de bolsa. As universidades públicas e privadas costumam oferecer bolsas para quem deseja entrar no mundo da pesquisa. Para poder participar, o estudante deve, primeiramente, elaborar um currículo na plataforma Lattes.

Os trabalhos da iniciação científica têm um professor que é orientador e responsável pelo projeto. Vale lembrar que existem diversos tipos de linhas de pesquisa que variam conforme a universidade. É fundamental ficar de olho no edital de seleção de bolsista de IC e observar se cumpre os requisitos necessários para poder se candidatar a vaga.

Essa é uma das formas de como conseguir uma bolsa de estudos e também aprender mais sobre as exigências da academia. Esse tipo de bolsa costuma preparar o estudante para níveis de pós-graduação, como mestrado e doutorado, além de dar uma incrementada no currículo acadêmico.

4- Segunda graduação

Se você possui um diploma de ensino superior de uma instituição reconhecida pelo MEC, saiba que algumas universidades particulares oferecem bolsas para a segunda graduação. 

O processo de seleção para esse tipo de bolsa é bastante simples. Basta ir no colegiado do curso e se informar quais são os requisitos para esse benefício. A Estácio, por exemplo, oferece descontos permanentes de até 30%.

5- Mérito acadêmico

Para quem é bom aluno, essa também pode ser uma maneira de como conseguir uma bolsa de estudos. Para ter acesso a esse benefício, é fundamental ter um destaque acadêmico. Algumas instituições oferecem bolsas de até 100% de acordo com o desempenho no Enem.

Alunos com desempenho acima da média costumam colher bons frutos na academia. Eles não apenas conseguem bolsas de monitoria, como outros benefícios que permitem que tenha descontos parciais ou totais nas mensalidades da graduação.

Conclusão

Agora que você está por dentro de como conseguir bolsa de estudos, o primeiro passo é avaliar qual a que oferece as melhores condições para você se formar e garantir o seu diploma de ensino superior.