A rotatividade nos supermercados costuma ser grande, um dos motivos para o turnover, é a rotina cansativa de quem trabalha em supermercados.

É importante ressaltar, que outros fatores colaboram para que o funcionário deixe o trabalho e vá em busca de oportunidades melhores.

Seja por uma proposta mais atrativa, ou mesmo por desgaste emocional, cansaço e desmotivação.

Acontece que, contratar onera um empregador, demitir também. O melhor é conseguir manter o quadro de funcionários alinhado.

A menos, que algo não esteja dando certo.

Neste material, vamos apontar os motivos e como melhorar a rotina cansativa de quem trabalha em supermercados

Vamos?

Rotina cansativa de quem trabalha em supermercados: saiba como contornar estas e as outras dificuldades para manter um funcionário

Alguns fatores fazem com que o colaborador peça demissão. Entre eles, é válido destacar:

  • Baixos salários
  • Políticas de trabalho desumanas
  • Falta de incentivos materiais e motivacionais

Entre outros.

A seguir, você verá os principais motivos que fazem um colaborador pedir demissão:

1- Oportunidade na concorrência

É fato que a taxa de desemprego é alta, mas ainda existem empresas que respiram aliviadas.

Com isso, não pense que outro empregador não está vendo o seu funcionário.

Por isso, é provável que um colaborador saia da empresa se ele encontrar em outra: melhores salários, gestão humanizada e alguns outros incentivos.

Fique atento a estes detalhes e veja como é possível tornar sua empresa mais atrativa ao colaborador.

2- Carga de trabalho exaustiva

Se empenhar e executar o trabalho com agilidade e qualidade é ótimo para o empregador.

Mas, submeter o colaborador à uma rotina de trabalho, excessivamente cansativa, vai desgastá-lo rapidamente.

As pessoas precisam trabalhar de acordo com a sua capacidade física e psicológica e devem ter suas pausas para recondicionar as energias.

Se a empresa estabelece metas impossíveis ou exige além, diante da estrutura que oferece, ela vai frustrar seu funcionário.

E na primeira oportunidade, ele vai buscar algo melhor.

Entrevimos ex funcionários de supermercados, segundo eles, a rotina é muito árdua. Segundo o estoquista David de Albuquerque, funcionário de uma rede de supermercados na cidade de Sorocaba, não é fácil, é para quem realmente precisa.

Ainda segundo David, ele ainda faz freelance de marketing digital para complementar a renda, o que se torna mais exaustivo.

3-Falta de incentivo

É preciso incentivar o seu colaborador a trabalhar e depois recompensá-los com o ‘prêmio do reconhecimento’.

Muitas organizações premiam a chefia, quando o processo envolveu uma grande equipe.

Assim, o seu colaborador nunca verá possibilidade de crescimento e nem valorização de seu papel, frente ao trabalho.

4-Cultura de não valorizar ‘cabeças pensantes’

Em várias empresas, existem funcionários com uma capacidade intelectual mais aguçada do que a de seus chefes.

Geralmente, eles têm soluções para problemas, que podem render otimização do tempo e do lucro.

Mas, muitos gestores não dão esta autonomia ou liberdade para funcionários ‘pagos para executar’.

Isso desmotiva e o faz acreditar que está desperdiçado naquela empresa.

Desta forma, ele vai buscar valorização em outros lugares.

5- Contratar pessoas com perfil inadequado

A rotina cansativa de quem trabalha em supermercados não é segredo para ninguém.

Por mais que o gestor se esforce para criar políticas motivacionais e de benefícios, não é fácil enfrentar os desafios desta área.

É preciso ter pique, para que:

  • As estarem prateleiras cheias
  • o ambiente esteja limpo
  • os produtos estejam frescos
  • os cartazes afixados no lugar correto
  • suportar uma rotina intensa.
  • Ter tato na relação com clientes

Por isso, é preciso que o recrutamento e a seleção escolham a dedo, entre os candidatos para as vagas.

Selecionar o pessoal certo é fundamental; quem não tem o perfil, logo vai embora.

Conclusão

A rotina cansativa de quem trabalha em supermercados é de conhecimento de todos. Mas existem maneiras de suavizar os impactos.

Agregar benefícios não só financeiros, mas também, sociais é uma alternativa que favorece a permanência do profissional na empresa.

Outro fator importante e desafiador a quem está no papel de líder é a promoção de um ambiente propenso ao trabalho de forma leve.

Não é fácil implementar estas medidas em supermercados, mas é possível e elas podem reduzir drasticamente o turnover.

Um recadinho rápido para quem está desempregado: Fique ligado nas vagas de emprego do Tauste Sorocaba.