revitalização de móveis é essencial para mantê-los cada vez mais bonitos e impecáveis. Restaurar um móvel de madeira ou qualquer outro material, dando-lhe uma reforma, é melhor do que eliminá-lo do seu cômodo.

Uma cômoda velha, um pequeno armário ou mesmo uma cadeira, recuperada de uma loja de móveis usados, encontra assim uma nova cara. Lixe, repare se necessário, pinte ou dê acabamentos antes de terminar. Veja, as dicas para revitalização de móveis!

Como fazer a revitalização de móveis?

Uma vez verificado o estado do móvel, deve-se preparar o suporte com um produto decapante. A madeira descascada, por exemplo, pode revelar áreas que precisam ser reparadas.

Após o reparo, você pode prosseguir para a pintura. Finalmente, não pule os acabamentos. Quanto mais arrumados, mais seus móveis ficam bonitos e prontos para resistir ao passar do tempo.

Do lado do material, comece por usar luvas, para evitar que as mãos sofram com a aplicação dos diversos produtos, e máscara, para não respirar os vapores das tintas ou produtos de lixar. Planeje também uma esponja, pincéis e rolos para pintura, lixa para lixar, cola e massa para madeira ou material específico do móvel.

Etapa 1: prepare seu suporte de madeira

É aconselhável em primeiro lugar descascar o móvel se for pintado ou envernizado, ou desparafinar se for encerado, para que o suporte fique liso e possa receber a instalação de uma nova tinta ou acabamento.

Móveis encerados ou envernizados devem ser lixados com lixa de grão grosso. Se for grande, você pode usar uma lixadeira excêntrica.

Para saber se sua mobília é envernizada ou encerada, coloque um pouco de água sobre ela. Se for encerado, a gota d’água fará uma mancha; pelo contrário, se for envernizado, a água escorrega sem aderir.

Em seguida, coloque o desaparafusador, um produto “macio” que limpa a fundo a madeira e dá ao móvel sua cor original. Esfregue na direção do grão, até que a cera seja completamente removida com uma esponja de lã de aço e deixe secar.

Se o móvel for envernizado ou pintado, use um decapante para madeira universal ou especial que é aplicado com pincel ou pincel. Existem decapantes líquidos ou em gel que são convenientes para aplicação vertical, pois não fluem. Deixe agir por cerca de vinte minutos e se necessário remova os restos de tinta com um raspador ou espátula, antes de limpar com um pano.

Equipamento:

  • lixa de grão grosso;
  • luvas;
  • óculos para proteger seus olhos;
  • uma palha de aço;
  • um raspador;
  • um removedor universal;
  • um decapante de madeira;
  • uma escova de decapagem.

Etapa 2: recapitular e consertar os móveis de madeira

Uma vez que o móvel foi descascado ou desparafinado, é possível que arranhões, rachaduras ou pequenos buracos sejam revelados. Pequenos riscos, frequentes em móveis envernizados, podem ser mascarados com uma caneta de retoque, a escolher na cor adequada à sua madeira para um bom resultado.

Para tapar pequenos buracos ou fissuras, o enchimento de madeira incolor ou tingido é perfeitamente adequado. Usando uma espátula, aplique um pouco de massa de madeira diretamente no orifício ou fenda a ser preenchida. Deixe secar pelo tempo especificado e, em seguida, lixe com papel de granulação fina.

Para recheios maiores, por exemplo, quando faltam peças de madeira, existem selantes para madeira com endurecedores. Se necessário, aplique várias demãos e deixe secar bem entre as aplicações.

Para buracos que apareceram em móveis anteriormente encerados, você também pode comprar cera de enchimento, para ser aquecida na mão antes de aplicá-la com uma pequena espátula.

No caso de móveis roídos por vermes ou esfarelados, use um endurecedor para madeira, um líquido incolor que fortalece as áreas enfraquecidas. Preencher as áreas comidas por vermes com o produto usando uma pipeta antes de deixar secar por 4 horas.

Por fim, o lixamento dos móveis deixa a superfície lisa e uniforme antes de passar para os acabamentos. Lixe fazendo várias passagens no sentido do veio da madeira e retire o pó com um pano embebido em álcool desnaturado.

Etapa 3: faça a pintura

A pintura de móveis é o processo mais importante na revitalização de móveis. Para personalizar os móveis e adaptá-los à sua decoração, a solução mais fácil é repintar. Cabe a você escolher uma tonalidade que combine com sua decoração. São muitas cores, mas também tintas com efeito de couro ou crackle, que conferem aos móveis um belo visual moderno.

Aplique uma camada de base para suporte de madeira com um pincel chato sobre todo o móvel antes de aplicar duas camadas de tinta. Você também pode usar uma tinta à base de água para uniformizar as cores dos móveis. As manchas de madeira tingem, protegem e realçam a textura da madeira.

Equipamento:

  • tinta genciana para móveis de madeira;
  • tinta à base de caseína;
  • tinta para móveis com efeito couro.

Etapa 4: cuidar dos acabamentos dos móveis

Antes de envernizar ou encerar os móveis, a madeira ainda deve ser impermeabilizada com um enchimento que fixa a cor, obstrui os poros da madeira e a protege de manchas.

Outra possibilidade é aplicar um óleo para móveis que, além das propriedades impermeáveis, nutre a madeira e lhe confere um belo aspecto mate.

Escolha um óleo adequado à sua espécie de madeira e aplique duas demãos com pincel, respeitando um tempo de secagem entre demãos. De vez em quando, é necessário fazer a manutenção dos móveis passando uma camada de óleo.

Os móveis também podem ser encerados ou envernizados. A cera confere-lhe um aspecto envelhecido e muito estético. Se você optar por encerar, aplicar cera líquida com um pincel ou cole a cera com um pano. Passe a ferro duas a três vezes e depois dê polimento. Um verniz dá profundidade à madeira pintada e intensifica a sua cor ao dar-lhe brilho.