Quer descobrir os Profissionais de TI mais procurados, então achou o texto certo. Devido a pandemia, diversas pessoas notaram a quantidade de oportunidades para se trabalhar em home office. E, dentre os setores que mais se mostraram proeminentes, com certeza a área de TI tem um significativo destaque.

Afinal de contas, levando em consideração os avanços tecnológicos, cada vez mais as empresas têm procurado por esses profissionais. E, se você quer se inserir nesse mercado, é comum que queira saber quais são os profissionais mais procurados no ramo de TI.

E, de acordo com várias pesquisas, como a do Guia Salarial 2022, esses profissionais têm sido cada vez mais requisitados em diversos setores. Afinal de contas, eles são capazes de entregar ótimos resultados não só para a organização, como também para os clientes.

Mas, então, quais são os cargos de tecnologia que as empresas mais procuram? Para obter a resposta para essa pergunta, é só ficar de olho nos tópicos seguintes. Sem mais delongas, vamos ao que realmente importa!

Quais são os Profissionais de TI mais procurados pelas empresas?

Devido a pandemia, muitas empresas notaram que o trabalho em home office é possível e gera ótimos resultados. Por conta disso, a tendência é que cada vez mais profissionais possam migrar para esse tipo de trabalho.

Mas, dentro desse contexto, é interessante que você saiba quais cargos são requisitados, até mesmo para poder se qualificar, se for o caso. Afinal de contas, a área de TI é bastante ampla, comportando desde segurança como sistemas de TI, por exemplo.

Por isso, nos tópicos seguintes, iremos falar sobre os cargos que mais têm sido requisitados pelas empresas. Confira!

Desenvolvedor Front-End (sênior)

A experiência do usuário deve ser sempre levada em consideração, uma vez que isso molda de forma direta a maneira como ele irá enxergar a organização. Inclusive, esse “simples” fator é decisivo na hora de optar por realizar ou não uma compra ou tomar uma ação.

Por conta disso, o desenvolvedor front-end tem sido muito requisitado, já que ele é capaz de deixar tudo mais fluido, por exemplo. E, quanto maior o tempo de carreira do profissional, melhor ainda.

De forma resumida, esse profissional é o responsável por programar toda e estrutura visual de um site ou plataforma, seja os menus, botões ou demais elementos que façam com que o usuário possa interagir com a página.

Ele é quem cuida de todo o layout e design, e faz isso utilizando algumas linguagens de programação, como JavaScript e HTML, por exemplo.

Desenvolver Back-End (pleno e sênior) 

Nesse caso, são os profissionais que trabalham na parte “de trás” de um site. Ou seja, é o responsável pelos servidores, como a manutenção e armazenamento de dados, autenticação de configuração de rede e coisas do gênero.

Fora isso, o desenvolvedor back-end também precisa entender de algumas linguagens de programação. Então, algumas das maiores exigências das empresas estão no quanto você entende desse assunto.

Além disso, programadores backend com certificação ITIL geralmente são os mais convidados para trabalhar no exterior.

Desenvolvedor Full- Stack (pleno e sênior) 

O desenvolvedor full-stack é aquele que entende todos os aspectos que envolvem a construção de sites ou plataformas. Mas, nesse caso, envolve tanto a parte visual (front-end) quanto no que diz respeito a função dos servidores (back-end).

Sendo assim, como entende dos dois aspectos, ele é responsável por fazer que ambos funcionem juntos, de forma harmônica e perfeita. Fora isso, como é um profissional que deve lidar com grandes responsabilidades, a remuneração costuma ser maior.

Arquiteto de soluções

Um outro profissional que tem conquistado bastante destaque diz respeito ao arquiteto de soluções. Como o próprio nome sugere, é aquela pessoa que avalia todas as necessidades de uma empresa e procura criar integrações entre sistemas e informação, a fim de atendê-las.

Inclusive, as empresas precisam cada vez mais desse profissional. Afinal de contas, ele é capaz de antever possíveis falhas, oferecendo formas de resolver. Dessa forma, acaba por otimizar recursos e, algumas vezes, otimizar processos.

Tech Lead

O tech lead nada mais é que aquele profissional que lidera um time de desenvolvedores. Como você já pôde notar, o mercado de trabalho já está procurando bastante os programadores, mas é preciso alguém para dar o direcionamento correto.

Por isso, o tech lead é um profissional que as empresas procuram. Em suma, eles são os responsáveis por gerenciar os aspectos técnicos do fluxo de desenvolvimento de um software, por exemplo. Ou seja, são fundamentais para manter o sucesso em todos os projetos.

Veja também: post anterior desta coluna.