As causas do mau hálito podem ser as mais variadas possíveis, e ele pode se tornar crônico de não tratado da maneira adequada.

Um dos problemas mais incômodos relacionados à saúde bucal que afeta não somente a pessoa que está com essa condição, mas também as pessoas de seu convívio, é o mau hálito. 

Você muito provavelmente já teve esse problema ou conheceu alguém que tivesse essa condição. 

Conversar com um amigo ou familiar e perceber um forte odor saindo de sua boca pode ser uma situação bastante desconfortável, e as pessoas de seu convívio podem ter a mesma situação se você estiver passando por esse problema.

Por isso, é fundamental conhecer mais sobre essa patologia, entender quais são suas principais causas, recomendações de dentistas de plano dental empresarial, tratamento e as formas mais básicas de evitar que esse problema afete a sua saúde.

O que é mau hálito?

O mau hálito ou a halitose, é uma condição que provoca um forte odor que sai da sua boca, seja na respiração ou na fala. Esse forte odor normalmente é bastante ruim, causando desconforto para as pessoas que conversam com você de perto e sentem esse cheiro.

É importante não confundir a halitose esporádica e a crônica, pois se trata de condições e momentos diferentes. 

Quando você ingere um alimento com forte odor, como o alho e a cebola, por exemplo, é normal você ficar com esse cheiro saindo da sua boca naquele momento. Entretanto, após uma boa higienização bucal você consegue resolver o problema.

A principal dificuldade das pessoas é quando essa condição é crônica, ou seja, perdura por diversos dias e dificilmente é eliminada por completo.

Causas do mau hálito 

O mau hálito pode ser causado por uma série de motivos. Normalmente as causas mais relacionadas por especialistas de plano dental para empresa está direcionada para uma rotina alimentar e consumos de alimentos que possuem essa característica marcante. 

Entretanto, é importante destacar que a halitose também pode estar relacionada a outros tipos de problemas, tais como:

  • Má higienização bucal;
  • Boca seca;
  • Cáries;
  • Diabetes.

Má higienização bucal

A má higienização bucal também é uma das principais causas do mau hálito, de acordo com dentistas de plano dental para pequenas empresas.

A recomendação é que você cuide da sua saúde bucal durante toda a vida, tendo algumas práticas de rotina e de higienização que são fundamentais, como a escovação dos dentes e uso de fio dental. 

Quando existe a ausência dessas práticas, as bactérias ficam alojadas nos dentes e na língua, causando o mau cheiro.

Boca seca

A saliva é um dos principais limpadores naturais da boca. Para que exista a produção da saliva, essa região precisa estar hidratada. 

Quando a boca fica seca, não existe a produção da saliva, fazendo com que as bactérias permaneçam na língua por mais tempo, gerando o mau hálito.

Cáries 

Problemas bucais, como a cárie, normalmente estão relacionados ao acúmulo de bactérias nos dentes, provenientes da falta de higienização bucal de qualidade. 

Essas bactérias também são as principais causadoras do mau hálito, que pode ser mascarado com o uso de enxaguante, balas e chicletes com forte cheiro, mas precisam ser tratados adequadamente para que o problema seja de fato resolvido.

Diabetes

No caso da diabetes, por exemplo, que é uma doença crônica e sem cura, que pode apenas ser tratada para diminuição dos problemas causados por ela, o mau hálito também pode se tornar crônico. 

Nesses casos, é fundamental reforçar a higienização bucal rotineira, justamente para que a pessoa consiga evitar ao máximo que esse mau cheiro seja característico o tempo todo.

Como tratar?

Como essa pode ser uma condição momentânea ou crônica, existem diferentes maneiras de tratar a halitose. 

Em casos a curto prazo, ou seja, em decorrência de uma má higienização bucal ou de boca seca, é importante tratar esses dois aspectos. Nesse sentido, reforçar a higienização, tendo uma escovação de qualidade e usando o fio dental continuamente podem ajudar.

Manter a boca hidratada também é uma solução importante. Consumindo uma goma de mascar, por exemplo, que possui um gosto acentuado ajuda a estimular a salivação e também melhora o cheiro que sai da sua boca.

Em casos crônicos, é fundamental entender como funciona plano odontologico empresarial para que você marque consultas regulares com os especialistas para que eles possam te fornecer a solução mais adequada para o seu caso. 

Em outras situações, vale até consultar um médico especializado na sua doença crônica, como a diabetes, por exemplo.

Com o auxílio dessas duas frentes, ou seja, com a ajuda de um médico especializado e entendendo plano odontologico empresarial como funciona, você certamente terá o acompanhamento adequado para que essa condição seja tratada e não apenas mascarada.

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.